Acontecerá na próxima sexta-feira, dia 20 de Março, um eclipse solar parcial, num raro momento em que a Lua, Sol e a Terra se alinham, que será visível em todo o território nacional, com especial incidência nos Açores. O fenómeno que durará duas horas tem início marcado para as 08h00 em território continental, uma hora a menos no arquipélago, e atingirá o seu auge uma hora mais tarde.

Os Açores, nomeadamente o grupo ocidental, que inclui as ilhas do Corvo e das Flores, são assim uma das zonas onde será possível visualizar melhor a passagem da Lua sobre o Sol, atingindo, de acordo com as estimativas, 77% de escuridão. Adiantam os especialistas que o fenómeno é mais visível no extremo Norte do oceano Atlântico, ou seja, nestes locais o Sol ficará quase totalmente encoberto. No continente os melhores locais para se observar o eclipse serão a Norte, nomeadamente Braga, Porto e Coimbra. Em Lisboa espera-se que o eclipse atinja os 67%.

No arquipélago, o OASA (Observatório Astronómico de Santana - Açores) estará aberto para receber quem quiser observar o eclipse de mais perto. De recordar que nos diferentes grupos do arquipélago o eclipse acontecerá com um intervalo de minutos, assim no grupo oriental, Santa Maria e São Miguel, a Lua encobrirá o Sol pelas 07h49, e um minuto mais tarde no grupo central.

A população deve ter cuidado com o contacto visual com o Sol, podendo surgir problemas a nível da visão, chegando num ponto mais extremo à cegueira. A fim de evitar isso o Observatório Astronómico de Lisboa aconselha a que os observadores utilizem filtros solares próprios e que a observação seja feita em curtos períodos.

O último eclipse parcial do Sol havia sido registado em 1999, sendo que o próximo está apontado para 2026, atingindo uma proporção de 95% em toda a Europa. Por outro lado, o próximo eclipse total do Sol está agendado apenas para o século XXIII. Esta ocorrência acontecerá no mesmo dia do equinócio da Primavera e será 100% escuro no território africano e asiático. #Natureza