O Maia Clube Açores venceu ontem a Taça de São Miguel em #Futsal juvenil, após vencer a poderosa equipa de Rabo de Peixe, por 3-2. Assim, em duas épocas consecutivas, os juvenis maiatos arrecadaram as duas taças em disputa. O dia de ontem foi farto em finais de futsal, nos escalões de formação na Ilha de São Miguel, nomeadamente na cidade de Lagoa. E um dos jogos mais aguardados era, sem dúvida, o embate entre o Maia CA e o CD Rabo de Peixe, duas equipas de juvenis masculinos, e que são oriundas da cidade da Ribeira Grande. Como é apanágio de uma final, o local da sua realização foi em campo neutro, o que não deixou de encher o pavilhão da Secundária da Lagoa, que foi muito pequeno para albergar tantos adeptos e simpatizantes das formações presentes.

Muito aguerridas e recheadas de força de vontade em conquistar o tão almejado troféu, as duas equipas entram em força no jogo, mas a rapidez de uma equipa ia sendo anulada pelo bom momento de forma da adversária e assim sucessivamente. Tanto mais que o intervalo chegou e o placar a registar um empate a uma bola.

A parte complementar não foi muito diferente da primeira, com os maiatos a querem fazer jus ao seu grande momento de forma, e pretenderem vincar o motivo da sua presença na segunda fase dos nacionais da modalidade. E tanto assim foi, que o desafio terminou com uma vitória suada de 3-2, por parte dos comandados por Rodrigo Macedo, num esforço físico notório.

O técnico no final do encontro falou com a Blasting News, afirmando que este jogo "mostra a nossa motivação, mas igualmente um desgaste muito grande de atletas e equipa técnica. Nem eu, nem os atletas somos profissionais de futsal. E eles têm que conciliar os estudos, e eu o trabalho de professor na EBI da Maia. Para dificultar as coisas, conto apenas com 10 atletas, apenas para disputar quatro competições no ano. Existem já jogadores que não treinam, passam as horas no massagista a recuperar. Temos utilizado muito banho de gelo para podemos aguentar tantos jogos. Este ano já realizámos oficialmente 36 jogos e ainda faltam 6".

Em relação ao jogo de ontem, o técnico maiato referiu que "o escalão de juvenis este ano tinha 11 equipas, onde 6 apresentavam um bom nível competitivo. O Rabo de Peixe era uma delas. Quero destacar o bom comportamento que os adeptos e simpatizantes tiveram durante todo jogo. Isso deixou-me feliz...". Rodrigo Macedo rematou no final: "formar é bom, mas formar vencendo é melhor ainda".

Desafio dos nacionais foram alterados

Depois de terminada a festa de mais uma conquista, Rodrigo Macedo, no rescaldo, referiu que "agora é hora de pensarmos em voltar aos treinos, já que na próxima terça temos o jogo contra o UDC Sousel". Relativamente aos encontros da segunda fase dos nacionais, os clubes envolvidos no Grupo Zona Sul, onde se encontra englobado o Maia, chegaram a acordo, e assim os maiatos jogam fora os três primeiros jogos, jogando os restantes em casa de forma seguida.