O nascimento de bebés nos Açores nem sempre é notícia, mas desta vez deve sê-lo. No passado sábado nasceram mais duas crianças, gémeas, a bordo de uma aeronave, e desta vez foi o primeiro parto realizado no C-295M da Força Aérea Portuguesa. Melissa e Maisa são as mais recentes bebés açorianas que nasceram no espaço aéreo dos Açores, sendo assim a 32ª e 33ª a nascer a bordo. Tudo terá acontecido no dia 6 de Junho, quando a mãe, Sandra Vieira, de 38 anos, precisou de ser transportada da ilha das Flores para a ilha Terceira.

Nas Flores, ponto mais ocidental da Europa, não existe maternidade e as grávidas desta localidade terão então de se deslocar para outras ilhas. Sandra entrou em trabalho de parto já a bordo da aeronave C-295M da Força Aérea Portuguesa, sendo que a primeira menina, Melissa, nasceu pelas 08:23 locais, uma hora a menos que em Portugal Continental, e com 1,690 kg. Já a sua irmã, Maisa, nasceu pelas 09:23 e com mais cem gramas do que a primeira.

De acordo com o comunicado divulgado pelo Comando da Zona Aérea dos Açores, "o parto foi assistido por uma equipa médica da Unidade de Evacuações Aéreas do Hospital de Angra do Heroísmo". Para além de este ter sido o primeiro nascimento a bordo do C-295M, foi também o primeiro realizado pelos elementos da Esquadra 502. De acordo com o comandante Fialho, líder do destacamento que efectou o parto, "ficámos todos muito contentes por participar neste momento especial e foi um alívio também", referindo ainda que as condições de nascer a bordo de uma aeronave não são as melhores, mas que no fim tudo terá corrido pelo melhor.

A mãe e as crianças encontram-se bem de saúde, sendo que as três estão internadas no Hospital de Angra do Heroísmo. Também toda a tripulação que esteve envolvida no nascimento das crianças já as visitou no hospital, sendo este um procedimento comum quando alguém nasce a bordo de uma aeronave.

O primeiro parto no espaço aéreo dos Açores aconteceu há 22 anos, a 13 de Julho de 1993, no C-212 Aviocar. #Curiosidades