Fundado em 1922, o Sport Clube Beira-Mar viu ser declarada insolvência. O anúncio foi feito esta terça-feira pela primeira secção do Comércio de Aveiro, instalada em Anadia, sendo que a sentença pode ser consultada no Portal Citius. Recorde-se que, em outubro último, grande parte dos credores do conjunto aveirense não aprovou o Processo Especial de Revitalização (PER) e têm agora 30 dias para reclamar os créditos devidos. A primeira assembleia está agendada para o próximo dia 5 de março.

Com uma dívida que ascende os três milhões de euros, o histórico clube português tem entre os seus credores a Câmara Municipal de Aveiro, que tem a haver perto de um milhão de euros, a Fazenda Nacional, que reclama o pagamento de 260 mil euros, e a Federação Portuguesa de #Futebol, com 182 mil euros. A nível individual, Caetano Alves, Mano Nunes, Carlos Nuno Pereira, Manuel Simões Madaíl e José Cachide – todos ex-dirigentes do clube – são também credores, que reclamam uma verba a rondar os 750 mil euros, resultante de empréstimos concedidos junto do Beira-Mar.

Apesar da declaração de insolvência, Nuno Quintaneiro Martins, presidente-adjunto e advogado do Beira-Mar, não se mostra preocupado. Em declarações à Lusa, o dirigente português sublinhou que a direcção está a trabalhar de forma muito “empenhada” no sentido de recuperar o clube, e adiantou que têm decorrido conversações com o principal credor do clube (Câmara Municipal de Aveiro) para “encontrar soluções” que coloquem de parte as questões que estiveram na origem do chumbo do PER por parte da autarquia. Nuno Martins referiu ainda, em declarações à CMTV, que a insolvência faz parte de um programa de reestruturação. “A própria direcção propôs aos associados que o clube se apresentasse à insolvência para que, no âmbito do processo de insolvência, pudesse o próprio clube propor-se a apresentar um novo plano de recuperação aos credores”.

O emblema aveirense, que conta com 92 anos de existência, conta com um trajecto bastante assinalável no futebol português. Além de 27 presenças na I Liga de futebol, onde alcançou a melhor classificação de sempre na época de 1990/1991 (5.º posto), o Beira-Mar apresenta no seu palmarés uma Taça de Portugal (1999/2000), depois de ter sido finalista vencido na temporada de 1990/1991. O clube conquistou ainda dois títulos da II Liga (2005/2006 e 2009/2010), três campeonatos da II Divisão B e um da III Divisão.