Uma vítima mortal foi o resultado de uma violenta colisão frontal, ontem, em Calvão, Vagos. Manuel Orlando Silva seguia na sua viatura na estrada florestal entre Calvão e a praia da Vagueira, no concelho de Vagos, quando, ao chegar junto da estação de tratamento de águas da SIMRIA, chocou com uma viatura de mercadorias de transporte de peixe, que seguia no sentido oposto. De acordo com o Jornal de Notícias, o alerta foi dado pouco depois das 15:15 da tarde de quarta-feira. Ao chegar ao local, os bombeiros encontraram duas viaturas sinistradas e duas vítimas. Manuel Silva estava encarcerado dentro da viatura e veio a falecer durante as operações de desencarceramento; a segunda vítima, que circulava na segunda viatura envolvida, sofreu apenas ferimentos leves.

Manuel Orlando Silva, de 54 anos, era um ex-trabalhador da construção civil que residia em Choca do Mar, freguesia de Calvão. A segunda vítima, o condutor do ligeiro de mercadorias, era um sexagenário da freguesia vizinha de Ponte de Vagos.

Ao local acorreram os Bombeiros Voluntários de Vagos, juntamente com a VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) e uma ambulância de suporte imediato de vida. Os 12 bombeiros, que prestaram o auxílio aos sinistrados, procederam a posteriori à limpeza da via. A Guarda Nacional Republicana está a investigar as circunstâncias do acidente.

O site Pordata, da Fundação Francisco Manuel dos Santos, dá-nos o quadro da evolução da sinistralidade rodoviária. No ano de 2014 ocorreram, nas estradas portuguesas, mais de 30.600 acidentes com vítimas, dos quais resultaram 39.171 feridos e 482 vítimas mortais. Nos últimos anos o número de vítimas mortais resultantes de acidentes de viação tem vindo a diminuir substancialmente. Entre 2010 e 2014 o número de mortos nas estradas nacionais passou de 741 para 482, o que se traduz numa diminuição de quase 35%. Já o número de acidentes com vitimas passou de 35.426 em 2010 para 30.604 em 2014, o que se traduz numa redução de apenas 13,6%, redução idêntica ao numero de feridos, que passou de 46.561 em 2010 para 39.171 em 2014. #Acidente Rodoviário