Hoje, dia 10, junto ao centro de Estarreja, uma idosa foi alvo de um ataque vil e cobarde na sua própria residência. O criminoso, um jovem do sexo masculino, atacou a idosa mesmo à porta de sua casa, com o objetivo de lhe roubar um fio de ouro. Estes fatos aconteceram quando poucos minutos faltavam para as 16h00. A idosa foi socorrida por populares que estavam a passar por perto no momento do ataque e furto. O jovem fugiu com o fio de ouro e os populares alertaram, quase de imediato, as autoridades locais.

A força policial de Estarreja encetou de imediato uma “caça ao homem” no sentido de localizar o autor do referido #Crime. Esta localização acabou por acontecer minutos depois, graças ao trabalho da GNR e a todas as informações fornecidas pelos populares que assistiram ao roubo. O jovem meliante encontrava-se escondido numa casa devoluta junto ao Bairro da Teixugueira.

As autoridades efectuaram a identificação do jovem, um rapaz com cerca de 14 anos. Terá sido apenas identificado pois não tem idade legal para ser detido. Posteriormente a namorada do mesmo foi também identificada, pois tinha na sua posse o bem roubado. Ao que se sabe o menor cometeu este ato de delinquência e malvadez “por encomenda”. Resta saber quem mandou praticar este tipo de ato cobarde? Esta é a questão que toda a população de Estarreja e arredores gostaria de ver respondida, a fim de acabar com estes furtos.

A idosa, vítima de todo este suposto “esquema”, não ganhou para o susto, pois foi ameaçada com uma faca e roubada numa fracção de segundos. Tudo isto aconteceu junto à entrada da sua residência. A mesma encontra-se bem, e não precisou de nenhum tipo de cuidado médico na sequência do ataque de que foi alvo.

Segundo relatos da idosa, ela terá sido atraída para a entrada de sua casa por uma conhecida e posteriormente o jovem cometeu o delito. A situação vivida hoje por esta idosa serve de alerta para todos nós. É ainda desconhecido se alguma detenção foi efectivada no âmbito deste crime ou ainda se foram já identificados os “mandantes” do mesmo. #Polícia