Armindo Fernandes, voluntário da corporação dos Bombeiros de Amares (BVA), começou, sem dar por isso, com a coleção, quando lhe ofereceram um pequeno galhardete há 20 anos. Hoje possui mais de dez mil miniaturas de peças, todas relacionadas com a vida dos bombeiros e espera vir a ter um museu onde as possa expor. Será, com certeza, o único museu do género na região e vai atrair milhares à vila de Amares. Ao que foi possível apurar, já está tudo acertado entre a Câmara de Amares e a Associação Humanitária dos BVA, havendo mesmo um projeto de arquitetura para o museu.

Orgulhoso, e sempre delicado com a explicação de cada detalhe das peças, Armindo Fernandes diz que o espólio é raro. "Em casa já nem tenho espaço para arrumar as peças", refere Armindo Fernandes, que aos 54 anos de idade afirma ter "o bichinho do colecionismo". As peças, essas, vêm todo lado. "Tenho peças de todos cantos do mundo. Tenho contacto de outros colecionadores de outras partes do mundo. Por vezes trocamos peças, mas é raro, outras são amigos que me trazem", frisa, recusando-se a quantificar o valor da coleção.

Parte da coleção de Armindo Fernandes pode ser vista no quartel dos bombeiros em permanência, mas o ideal seria mesmo um museu. Mesmo assim são às centenas as pessoas que ali passam para ver calendários, galhardetes, crachás, miniaturas de veículos, réplicas, medalhões, livros ou emblemas. Tudo o que esteja relacionado com os bombeiros pode ser apreciado num hall do quartel dos BVA.

"É uma pequena exposição onde estão mais de 500 peças", refere Armindo Fernandes, indicando que, e face aosespólio e valor das peças, estas precisam de melhor condicionamento. Cada canto da exposição tem uma história, mas são as réplicas de veículos, como o caso de um de Amares, que fazem as delícias de graúdos e pequenada que por ali passa.

Quando o museu tiver pronto, este será um marco para a região e para a comunidade dos "soldados da paz" do distrito de Braga. O projeto já existe, pois o museu, para além de um espaço físico, será uma homenagem a todos os bombeiros. #Curiosidades