Vários incêndios florestais atingiram o território protegido do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG). O último aconteceu ontem no concelho de Terras de Bouro, nomeadamente na freguesia de São João de Campo, conhecida como Campo de Gerês, onda as chamas tiveram início, mais uma vez, no período da noite. "Tivemos alerta para o incêndio florestal pouco depois das 9 da noite", indicou fonte do CDOS de Braga, levando em crer que a situação teve "mão humana e intencional". "É uma zona muito fustigada por incêndios. Entre a área da Calcedónia e a Junceda têm surgido vários incêndios. Toda gente sabe o que se está a passar, mas ninguém faz nada", frisa Paulo Ribeiro, morador em Vila da Veiga, também em Terras de Bouro, que ajudou no combate às chamas.

No local, e para além dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro, estiveram corporações de Famalicão (Bombeiros Famalicenses) e de Esposende (Bombeiros de Fão). Segundo foi possível apurar, o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR e os Sapadores Florestais, apesar de terem sido solicitados, não estiveram disponíveis para ter equipas no local.

Algumas pessoas ajudaram ainda ao combate às chamas que atingiram a zona de montanha do lado norte da estrada que liga Campo de Gerês até ao acesso à casa florestal da Junceda (estrada que liga à Vila do Gerês).

Segundo fonte junto das autoridades da Proteção Civil, os incêndios voltam a surgir em horas como "início da noite" ou "à hora de almoço". A Guarda Nacional Republicana de Terras de Bouro investiga este incêndio florestal que podia ter atingido dimensões catastróficas para o único Parque Nacional do país.

As zonas de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, ambas no Alto Minho (distrito de Viana do Castelo) têm sido afetadas com incêndios no Parque Nacional da Peneda Gerês. Também a zona do Fafião, no distrito de Vila Real e no concelho de Montalegre tem visto as chamas à porta do PNPG que, recentemente, foi escolhido pelo jornal "The Guardian" como um dos 10 melhores destinos da Europa no que diz respeito às áreas protegidas. #Natureza