Um homem, com cerca de 65 anos de idade, foi detido na cidade de Esposende depois de ter acusado um taxa de alcoolemia de 3,00 gramas por litro de sangue no concelho de Esposende. Segundo foi possível apurar, o homem, que conduzia carro da marca BMW, estava atravessado no meio da via, na Avenida Comendador Francisco, que une a Estrada Nacional (EN) 103-1 e a EN 306 na freguesia de Gandra. O condutor detido estava agarrado ao volante e a dormir.

Pouco passava das 03:30 horas da madrugada de sábado, 16 de maio, quando alguns automobilistas alertaram as autoridades locais de trânsito para uma viatura que "sucumbia" no meio da Avenida Comendador Francisco, junto ao Hipermercado Continente, às portas da cidade de Esposende, praticamente atravessada na via. Algumas pessoas tentaram mesmo afastar a viatura ligeira, ajudando o homem que, e aparentemente, dormia ao volante no interior do carro.

"Estava na paz do senhor", referiu um cliente do posto de combustíveis, também ali perto, e que foi ajudar. No entanto, uma patrulha da Guarda Nacional Republicana (GNR) do Posto Territorial de Esposende, compareceu no local e "surpreendeu" o condutor. O carro, já mais encostado ao passeio, acabou por ser desviado para o interior do Parque Industrial de Gandra, junto à sucata SBL Comércio de Componentes Auto.

A viatura ligeira foi revistada e o homem, que estava visivelmente alterado, acabou por fazer o teste de alcoolemia no local e acusou 3,00 gramas de alcool no sangue. Já no posto territorial da Guarda de Esposende, e segundo informações próximas dos militares da Guarda Nacional Republicana, este terá acusado novamente taxa #Crime e desta feita superior a 3,00. O indivíduo, com residência em Esposende, já tem vários processos junto das autoridades e será esta segunda feira, 18 de maio, presente ao Tribunal Judicial da Comarca de Esposende, logo pela manhã.

Recorde-se que a taxa crime é considerada quando se verifica uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 1,2 g/l. A situação pode mesmo dar pena de até um ano de prisão ou multa até 120 dias. A inibição de condução é de três meses a três anos.