Um protesto no mínimo original. Quem passa na Estrada Municipal 1115, troço que atravessa a freguesia de Faria, em Barcelos, dá de caras com a “Chibinha”. Uma cabra que foi escolhida como mascote de um movimento local e que protesta contra o “terrível estado” da via que liga aquela freguesia a vários pontos do concelho. Ao longo de mais de um quilómetro da estrada, são várias as placas que ironizam com o estado da via. 

As mensagens são claras. “Conduza com precaução. Acabou de entrar num caminho de cabras”, é uma das mensagens. Outra dá conta da “Rota do Figurrado” e até há um sinal de obras indicando “conduza a 3 Km/h, estrada com buracos”.

Segundo Márcio Fernandes, que faz parte do movimento criado intencionalmente de 24 para 25 de abril e que dá pelo nome “Movimento Cívico de Indignados de Faria (MCIF)”, são 25 anos de promessas dando conta da requalificação da estrada. “Lembro-me de ser pequeno e ir para ali treinar corta mato devido ao mau estado da via”, conta Márcio Fernandes, que lamenta “as promessas não cumpridas” relativamente à EM1115.

Independentemente do poder político, seja camarário ou local, a obra não passa de uma intenção sempre adiada. “Nas últimas eleições autárquicas até colocaram um outdoor. Com a vergonha, e depois de terem ganho as eleições, retiraram esse anúncio”, exemplifica Márcio Fernandes, que apesar de ter a maioria da freguesia – pouco mais de 500 habitantes -  solidária com a causa, os placards com a "chibinha" já foram vandalizados por diversas vezes no último fim de semana.

“Mas não temos medo. Vamos levar esta revolução avante”, diz o habitante de Faria, recordando a passagem de Miguel Costa Gomes, presidente da Câmara de Barcelos, pela freguesia. “Veio inaugurar um memorial em setembro de 2013. Considerou muito urgente a obra e disse que estava para breve o arranque das obras. Até agora... nada”, frisa Márcio.

O Blasting News encontrou um recorte de jornal local, onde Miguel Costa Gomes, em janeiro deste ano e em declarações ao Jornal de Barcelos, afirma que a obra “custa 1 milhão e 100 mil euros e que é este ano que ela vai ser feita.” “Será mesmo? Já vamos em maio”, questiona Márcio Fernandes. O Blasting News tentou contactar a junta local, mas sem sucesso.  #Curiosidades #Causas