Uma jovem de 17 anos foi violada por volta das 7 da manhã, quando saía sozinha de um espaço de diversão nocturno em Esposende, no distrito de Braga. O alegado #Crime ocorreu na noite do passado sábado, dia 18, e, apesar de ainda não terem sido localizados os infractores, já existem dois potenciais suspeitos, segundo revelou a GNR de Braga ao Correio da Manhã. A jovem terá sido surpreendida nos jardins da discoteca Biba Ofir por dois homens, tendo um deles consumado a violação, enquanto outro vigiava. A patrulha da GNR terá ouvido os gritos da jovem, encontrando-a em estado de choque.

Depois de uma noite de diversão, uma jovem em Esposende estaria à espera da boleia de um grupo amigo para regressar a casa, por volta das 7 da manhã, contudo a menor, segundo noticia o Correio da Manhã, terá sido violentamente atacada por dois homens ainda por identificar. Segundo os relatos da jovem, que apesar de estar em estado de choque conseguiu ser bastante objectiva quando explicou à GNR de Braga o que se teria passado, um deles estava a violá-la enquanto o outro homem estava apenas de vigia.

A jovem foi rapidamente assistida pelos Bombeiros que, tal como a PSP de Braga, foram rapidamente chamados ao local, e necessitou mesmo de ser hospitalizada tendo já tido alta na manhã deste domingo, como confirmou o Hospital de Braga. A menor está agora livre de perigo e a Polícia Judiciária de Braga está agora no terreno à procura de provas e de algo que possa ajudar a identificar os criminosos.

Esta notícia está a aterrorizar as redes sociais, sendo que muitos internautas questionam o porquê de uma jovem menor estar sozinha nos jardins de uma discoteca, possivelmente bêbeda, às sete da manhã de um sábado. Segundo relatos da Polícia Judiciária de Braga, casos de #Violência próximos da discoteca Biba Ofir são cada vez mais recorrentes, sendo que o local está constantemente a ser vigiado por uma patrulha da GNR. Contudo, apesar da força policial presente, a violação terá sido realizada a poucos metros da discoteca sendo que os responsáveis pela segurança do local só intervieram quando ouviram os gritos da jovem desesperada.