A Polícia Judiciária de Braga está a investigar uma alegada violação no interior de um estabelecimento de diversão noturna que terá acontecido no final da madrugada do passado sábado, no concelho de Esposende. Segundo foi possível apurar junto do CDOS de Braga, a jovem precisou mesmo de tratamento hospitalar e foi encaminhada ao Hospital de Braga. Para além da alegada violação a uma jovem de 17 anos, a noite terá sido de #Violência na discoteca conhecida como Biba Ofir, situada na Vila de Fão.

A situação está a ser tratada com extrema delicadeza, até porque ainda decorre uma investigação por parte das autoridades judiciárias. No entanto, e segundo informações obtidas pela Blasting News junto da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Braga, tudo terá ocorrido no interior da discoteca conhecida como Biba Ofir, situada no Pinhal de Ofir num antigo hotel.

"A violacão foi consumada e terá sido numa divisão contígua ao espaço da discoteca", refere fonte da GNR de Braga. Terá sido uma amiga da vítima que deu pela falta desta e a encontrou inconsciente e com sangue na roupa.

De imediato foi alertado o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) via 112. Para o local deslocou-se uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Fão que, após prestar os primeiros tratamentos pré hospitalares, transportou a jovem menor para o Hospital de Braga. "Entrou no serviço de urgência do hospital esta manhã e teve alta", confirmou fonte do Hospital de Braga, sendo que a jovem realizou ainda perícia no Instituto de Medicina Legal.

A GNR de Braga confirma que esteve no local com militares da guarda e que o espaço foi isolado no exterior. A Polícia Judiciária de Braga também esteve no local durante a manhã. Sabe-se ainda que durante a madrugada um Pelotão de Intervenção Rápida (PIR) da GNR de Braga foi chamado a intervir face a desacatos violentos na zona da discoteca Biba Ofir. Situação que tem acontecido nos últimos tempos nos principais estabelecimentos de diversão noturna a sul do Rio Cávado, inclusive o Pacha. #Crime