A Polícia Judiciária conseguiu nesta quarta-feira, dia 22 de Julho, deter o principal suspeito da violação a uma menor às portas de uma discoteca em Esposende, no passado sábado. O jovem de 24 anos, que já foi ouvido em tribunal, terá sido referenciado pela vítima, que saberia o nome do seu violador. Segundo o “Jornal de Noticias”, a violação terá sido consumada apenas por este suspeito, contrariando assim a informação de que este abuso sexual teria sido protagonizado por dois homens. O detido terá mesmo já confessado em tribunal a autoria da violação.

Passados quatro dias, o principal suspeito do caso de violação numa discoteca em Esposende foi detido e ouvido em tribunal, tendo confessado o #Crime. A violação ocorreu na madrugada do passado sábado, dia 18 de Julho, por volta das 7 da manhã, quando uma menor de 17 anos terá saído sozinha do estabelecimento de diversão nocturna e sido abordada por este jovem, que a terá violado nos jardins da discoteca, que já tem algum historial de #Violência.

Terão sido os gritos de desespero da jovem que alertaram as autoridades presentes no local, que quando chegaram ao local viram-na em completo estado de choque. Segundo avança o “Jornal de Notícias”, a jovem conseguiu identificar na perfeição o seu agressor, revelando mesmo o seu nome à GNR de Esposende, com uma objectividade admirável, dada a situação que esta tinha acabado de passar. Ao contrário do que havia sido noticiado, o crime foi consumado apenas pelo jovem de 24 anos, actuando completamente sozinho, sem qualquer ajuda.

O “Jornal de Notícias” avança que o jovem agressor já conhece as medidas de coacção, tendo sido obrigado pelo tribunal de Braga a apresentações bissemanais na esquadra da sua zona de residência e a proibição total de frequentar e estar próximo de estabelecimentos de diversão nocturnos. Como forma de recuperação, a menor de 17 anos tem vindo a ser acompanhada por psicólogos, devendo estar mais aliviada agora que o seu violador foi detido e confessou o crime cometido.