Uma tartaruga marinha gigante, com mais de metro e meio de comprimento, deu à costa portuguesa, ao início desta manhã de domingo, na Praia de Ofir, na Vila de Fão, concelho de Esposende. O alerta foi dado por veraneantes que se preparavam para mais um dia de praia. Os serviços de proteção civil da Câmara de Esposende estiveram no local, inserido na Parque Natural do Litoral Norte (PNLN), e confirmaram à Blasting News que o animal já estaria morto.

"Ao longe parecia uma das rochas do paredão, mas depois, e à medida que me ia aproximando, vi que era uma tartaruga gigante", conta à Blasting News José Pedro Castro, de férias em Ofir, e que ainda teve a esperança que o animal estivesse vivo. "Mas não. Quando vi do outro lado ela estava com algum sangue e tinha a zona da cabeça com ferimentos. Deve ter andando à deriva na água", atira o veraneante de Chaves.

A tartaruga gigante estava em plena Praia de Ofir, mas encostada a sul, junto ao paredão. Situação que levou centenas de pessoas a dirigirem-se para junto do "achado" para "a habitual foto de telemóvel para as redes sociais". O primeiro alerta caiu nos Bombeiros Voluntários de Fão (BVF). "Telefonaram para aqui a dizer que estava uma tartaruga gigante na Praia de Ofir. Alertámos as autoridades responsáveis da área, pois não é essa a nossa missão. Informámos a Proteção Civil da autarquia", explica fonte dos BVF.

A Proteção Civil da Câmara de Esposende deslocou-se ao local para iniciar os procedimentos previstos neste tipo de situações. Segundo foi possível apurar, e depois de informada a Polícia Marítima e o PNLN, a tartaruga foi removida do local. "Fica a aguardar por uma análise da Rede Nacional de Arrojamentos do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas para fazer o registo", indicou fonte da autarquia de Esposende.

Segundo informações obtidas junto do PNLN, este tipo de situações não são muito comuns na costa de Esposende. O último achado semelhante foi encontrado numa praia da freguesia de São Bartolomeu do Mar durante o mês de agosto de 2013. "Geralmente na zona de Esposende são encontrados muitos golfinhos", disse no local um nadador salvador. Aliás, e segundo foi possível apurar, num só mês, em fevereiro de 2014, foram encontrados seis golfinhos mortos nas praias de Esposende.

Nos últimos quatro anos foram também retiradas da costa de Esposende três baleias. #Animais #Curiosidades