Viveram-se momentos de pânico no início da tarde deste sábado, dia 1, em Guimarães. Um grave acidente deixou feridos dois jovens, de 26 e 27 anos, que após serem assistidos no Hospital de Guimarães, se encontram bem e em recuperação. Tudo aconteceu quando o condutor de um carro ligeiro seguia em direcção às Taipas, pela rua de Gandra, e foi obrigado a desviar-se de uma carrinha (Ford Transit) que seguia em contramão, acabando por perder o controlo do carro, que capotou. E foi nesse momento que foi apanhar um ciclista que seguia na mesma direcção do carro, ferindo-o e causando maior apreensão após ter sido atingido pelo carro, desgovernado. 

Esta é a versão do condutor, mas também das testemunhas que assistiram ao acidente, outros condutores que viram tudo de perto. O condutor da referida carrinha e que terá sido o culpado pelo terrível incidente, não só não se preocupou em ajudar no auxílio às vítimas, como se encontra ainda em fuga. 

As vítimas foram prontamente assistidas e, apesar do aparato, encontram-se bem, a recuperar de ferimentos ligeiros. Os dois jovens, condutor e ciclista, foram assistidos pelos Bombeiros Voluntários das Taipas, que prestaram o socorro com seis elementos e duas ambulâncias, apoiados ainda por uma viatura da VMER

Os Bombeiros, após os primeiros socorros no local, transportaram as vítimas ao Hospital de Guimarães. A GNR das Taipas também esteve no local, tomando conta da ocorrência e deverá agora procurar encontrar a carrinha, que terá originado o acidente. Através da descrição da carrinha pelas testemunhas que assistiram ao acidente, a GNR já terá localizado a empresa à qual a carrinha pertence, faltando apenas apurar quem foi o motorista. 

A publicidade na Ford Transit, de cor branca, terá "denunciado" a empresa, sendo agora mais fácil chegar ao responsável. Na hipótese de se confirmar que o condutor da carrinha seguia mesmo em contramão e que teve culpa no acidente, não só será responsabilizado pelos danos resultantes do acidente, mas também por não ter parado para prestar auxílio às vítimas. #Acidente Rodoviário