A #Tragédia aconteceu na tarde desta quinta-feira, 13 de Agosto. O dia até nem estava convidativo para banhos, com temperaturas atípicas para esta época do ano, mas não foi proibitivo para que um adolescente se tenha aventurado e entrado na água. Na praia fluvial de Adaúfe, em Braga, zona muito procurada pelos veraneantes e onde não se têm registado incidentes trágicos, um grupo de jovens, oriundo de uma Instituição Particular de Solidariedade Social e de Educação do Porto, gozava o dia quando se deu o incidente. De acordo com o Jornal de Notícias, os colegas jogavam à bola que caiu para a água e foi um adolescente de 15 anos a tentar recuperá-la e a perder, assim, a vida. O irmão deste jovem também estava no local e assistiu de perto à tragédia. 

Desconhece-se ainda o que terá vitimado este jovem, que até sabia nadar. Antes de desaparecer na água do Rio Cávado, o rapaz terá gritado que estava preso. O socorro foi imediato, com um dos dois nadadores-salvadores presentes nesta praia fluvial a entrar rapidamente na água juntamente com um dos monitores que estavam com este grupo de jovens, mas já não foram capazes de o encontrar. Alertada uma equipa de mergulhadores dos Bombeiros Voluntários das Taipas, terá demorado mais de uma hora até que se encontrasse o corpo deste adolescente, já sem vida.

Após a bola cair na água, o jovem prontificou-se a ir buscá-la - ele, a nado, e um amigo, a pé pela zona exterior do rio. Quando já tinha a bola na sua posse, o rapaz terá começado a gritar, garantindo ter ficado preso. Desconhece-se o que possa ter limitado os movimentos do adolescente, desta forma vitimando-o. 

Além dos Bombeiros das Taipas, estiveram no local ainda uma outra equipa de mergulhadores dos Bombeiros Famalicences, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) de Braga, uma ambulância de suporte básico de vida. Esteve também uma equipa de psicólogos do INEM no apoio às outras crianças e também aos monitores, antes de regressarem ao Porto, o que terá acontecido ainda antes de encontrarem o corpo do jovem. A GNR de Braga esteve também no local e vai agora investigar o que terá provocado esta tragédia.  #Afogamento