Um ferido ligeiro é o resultado de dois acidentes, ligados entre si, mas separados no tempo por uma hora. Pelo meio há um carro "voador", árvores tombadas em sentidos diferentes e um carro suspenso entre árvores. Brincadeira? Não, aconteceu esta madrugada em Esposende, entre as freguesias de Vila Chã e São Paio de Antas numa estrada municipal entre as 4 e as 5:00 horas da manhã. 

Um carro entrou em despiste quando seguia no sentido Vila Chã / Antas. "Bati em qualquer coisa entrei em despiste", disse Pedro, jovem de 20 anos que ia para o trabalho, em Viana do Castelo, mas que foi travado pelo meio. A sangrar de cabeça e orelha, o jovem não conseguia explicar o acidente, apenas insistindo em "algo no chão".

A verdade é que o Seat que conduzia acabou desfeito contra uma árvore, depois do despiste potenciado ainda pelo piso em paralelo e "lambido" a orvalho. Situação que podia ter tido resultados dramáticos. "Nem quero imaginar se ele batesse de lado", refere a mãe do jovem.

Para espanto de todos, e numa busca por explicações, eis que é encontrado, no meio da floresta, um carro suspenso, preso entre as árvores e com um penedo de amparo. Rapidamente se concluiu que alguém podia estar gravemente ferido no interior da viatura.

Foram alertados mais meios, incluindo carros de desencarceramento para ajudar na iluminação do local, pois podiam existir pessoas projetadas. Situação que não se veio a confirmar, apesar das buscas no terrenos pelos #Bombeiros de Esposende e Fão, num total de 15 elementos.

Entretanto a GNR de Esposende deslocou-se ao domicílio do registo do carro "voador", acabando por confirmar que o proprietário havia tido um acidente hora antes, mas que abandonou o local. "Estava em casa a dormir", confirmou a Blasting News junto das autoridades.

A investigação decorre, pois há indícios que o acidente do jovem ferido poderá ter sido provocado pelas árvores tombadas na via, resultantes, alegadamente, do primeiro despiste do carro "voador". 

O ferido, residente em Vila Chã, acabou por ser transportado para o Hospital de Braga. Já o proprietário do carro é de Marinhas. #Acidente Rodoviário