Um jovem de 18 anos teve de receber acompanhamento psicológico depois de ter visto o pai morrer ao cair na Cascata do Arado. Os dois são oriundos do Algarve e estavam no Gerês quando o homem, de 49 anos, sofreu uma queda de uma altura de cerca de 40 metros. O corpo ficou imobilizado numa zona de difícil acesso, o que dificultou o trabalho dos #Bombeiros. As operações de resgate demoraram cerca de quatro horas.

O alerta soou no Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Braga pouco depois das 16 horas desta quinta-feira, 5 de Maio. Um homem, de 49 anos, residente em Faro encontrava-se na companhia do seu filho, um jovem de 18 anos, quando terá escorregado no momento em que tentava aceder a um caminho, próximo a um miradouro, junto à Cascata do Arado, na freguesia de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro. O homem acabou por cair de uma altura de cerca de 40 metros, tendo ficado imobilizado num local de difícil acesso.

Para o local foram accionados seis operacionais, auxiliados por dois veículos, da Corporação de Bombeiros de Terras de Bouro, bem como a equipa médica da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM). Uma vez que o jovem ficou em estado em choque ao ter assistido à morte do pai, o INEM enviou para o local uma equipa de psicólogos para prestar acompanhamento ao adolescente.

Tendo em conta a dificuldade em chegar ao local onde se encontrava o corpo, as operações de resgate só ficaram concluídas por cerca das 20 horas. A ocorrência foi registada pelos elementos da Guarda Nacional Republicana do Posto Territorial do Gerês, que suspeitam ter-se tratado de uma queda. No entanto, o jornal Vila Verde refere na sua edição online que a Polícia Judiciária foi chamada ao local para investigar o sucedido e apurar as eventuais causas da morte do indivíduo.

Localizada em pleno Parque Natural da Peneda do Gerês, a Cascata do Arado caracteriza-se por se encontrar numa zona de alta montanha, em pleno curso do rio Arado, que termina num lago de águas cristalinas próximo da aldeia de Ermida, a Leste das Termas do Gerês. Trata-se de uma zona rodeada de vegetação abundante com uma paisagem natural com uma beleza ímpar. #Tragédia