Uma mulher, na casa dos 30 anos, atirou-se da ponte de Santa Eugénia, em Barcelos, com o filho de seis anos ao colo. A mãe, apesar de inconsciente e em estado grave, foi resgatada e transportada para o hospital de Braga. Já o seu filho continua desaparecido nas águas do Rio Cávado. O incidente ocorreu ao início da tarde desta sexta-feira (17). No local estão as autoridades, os #Bombeiros, assim como uma equipa de mergulhadores mobilizados para as buscas.

Perante a gravidade da situação, o pai da criança foi imediatamente alertado e dirigiu-se ao local do ocorrido. Entretanto, depois saber do desaparecimento do seu filho, ficou em estado de choque, pelo que teve de ser assistido no local e, posteriormente, encaminhado para o hospital de Barcelos.

Conforme noticia o jornal Expresso, o alerta foi dado às 12h41. Ao local dirigiram-se os Bombeiros de Barcelos e Barcelinhos, a GNR e o INEM. Segundo o Jornal de Notícias (JN), a mãe foi resgatada por um homem, que tinha um barco de pesca lúdica, ainda antes das autoridades chegarem. O mesmo procedeu a algumas manobras de reanimação, mas sem sucesso. A vítima encontra-se em estado grave e foi transportada para o hospital de Braga.

Quanto à criança, ainda está desaparecida e as buscas continuam no local. As autoridades policiais e os bombeiros não baixam os braços. Estão há algumas horas à procura do menino, que está ainda por ser localizado. De acordo com o JN, uma equipa de mergulho foi mobilizada pelos Bombeiros de Barcelos de modo a tentar encontrar a criança o mais rapidamente possível. Já bateram as margens, mas sem sucesso algum. De momento, segundo diz a mesma fonte, encontram-se três mergulhadores nas águas do Rio Cávado em busca da criança desaparecida depois de ter caído ao rio no colo da sua mãe.

As causas desta trágica ocorrência ainda não foram apuradas, sendo o resgate do menino de seis anos uma prioridade. Não se sabe, portanto, as razões da mãe para se atirar ao rio, nem o seu estado de saúde depois de ter sido encaminhada para o hospital. #Tragédia