Todos nós já nos deparámos com a vontade de querer ter algum dinheiro extra no final do ano e muito mais desejamos ver-nos livres daquelas moedinhas pequeninas que de quando em vez lá nos enchem a carteira, e que muitos acabam por deixar nas caixas de esmolas das igrejas ou dão aos sem-abrigo. Pois bem, existe um método que permite fazermos render essas moedinhas de modo a chegarmos ao final do ano com um dinheiro extra bem bom.

O método é bastante simples e talvez acabe por ver a quantidade de dinheiro que já podia ter poupado se o tivesse descoberto há mais tempo. Quando ler este artigo talvez até pense que é possível poupar o dobro ou o triplo se em vez de um frasco tiver dois ou três, não?

A verdade é que não custa nada.

Publicidade
Publicidade

Começando no dia 1 de Janeiro e seguindo os 364 dias seguintes, coloque num frasco um cêntimo por cada dia do ano. Ou seja, no dia 1 coloca um cêntimo, no dia 2 dois cêntimos, no dia 3, três cêntimos e assim sucessivamente, sendo o valor mais elevado a ser colocado no frasco o de 3,65€, no último dia do ano. Fazendo as contas, ao final de 365 dias a colocar uns cêntimos de lado, livrando-nos das moedinhas chatas que nos pesam na carteira, acabamos por poupar 290 euros ao final de um ano, ou de 365 dias.

Para os mais corajosos, e que acreditam que conseguem cortar em tudo e mais alguma coisa, existe ainda o denominado "Desafio das 52 Semanas" criado por Bárbara Barroso, uma bloguista portuguesa que mantém o seu blogue, "As #Dicas da Bá", sempre atualizado. Sugere uma #Poupança semanal em vez de diária, fazendo com que o que se poupe seja equivalente à semana do ano em que nos encontramos, assim, na semana um poupamos 1€, na semana dois, 2€ e assim sucessivamente até chegarmos à semana cinquenta e dois e pouparmos 52€.

Publicidade

No final das 52 semanas temos uma poupança total de 1300€.

Contrariamente ao modelo de poupança diário, o "Desafio das 52 Semanas" pode ser realizado de duas maneiras diferentes, sendo o resultado exatamente o mesmo. A grande diferença está se optamos começar a poupar 1€ ou 52€.