"Estamos vivos. Somos inteligentes. Precisamos de saber.", justificou o famoso físico britânico Stephen Hawking na conferência de divulgação do seu projeto de pesquisa por vida extraterrestre. A iniciativa contará com um orçamento de 100 milhões de dólares (perto de 92 milhões de euros) e foi apresentada em Londres na passada segunda-feira, 20 de Julho. O grande investidor por detrás do projeto é o multimilionário russo Yuri Milner.

Milner, que construiu a sua fortuna ao investir em empresas como o Facebook, justificou o financiamento do projeto com a necessidade de aproveitar o poder de Silicon Valley, na Califórnia, Estados Unidos da América (EUA). Aos 53 anos, o empresário e investidor em capital de risco anunciou que irá financiar o projeto, no mínimo, durante dez anos. Também em Londres, o russo avançou ainda que o alcance da pesquisa científica "não terá precedentes". Vamos pesquisar um milhão de estrelas próximas, o centro da nossa galáxia e cerca de cem galáxias nas proximidades", referiu o multimilionário.

O projeto de procura por vida extraterrestre liderado por Stephen Hawking, conhecido pela sua voz computorizada, que o tem acompanhado há vários anos devido à doença neurológica de que sofre, é o maior de sempre. Entre vários programas, inclui um de "comunicaçao", onde estão integrados avultados prémios monetários para os autores das melhores mensagens digitais a representar o planeta Terra. Destaque ainda para o programa da "audição", através do qual serão analisados vários sinais de rádio.

A iniciativa irá contar com a colaboração de dois dos mais potentes telescópios do mundo e com uma pesquisa detalhada de transmissões de laser ótico. O projeto SETI@Home, um dos mais famosos projetos de procura por vida inteligente, também estará integrado na iniciativa liderada por Hawking. A equipa de investigação tenciona colecionar num dia dados que demorariam um ano a reunir, com recurso ao poder de software aberto e das redes sociais. O projeto do físico britânico irá cobrir dez vezes mais #Espaço e será 50 vezes mais detalhado que pesquisas anteriores, garantem os organizadores.

Em 2014, a vida de Stephen Hawking, considerado um dos astrofísicos mais importantes de sempre, passou dos livros para a tela do cinema. "A Teoria de Tudo", realizado por James Marsh, é a adaptação da obra biográfica "Travelling to Infinity: My Life with Stephen", onde Jane Hawking relata o tempo que viveu com Stephen. O cientista, nascido em Oxford, Reino Unido, é mundialmente conhecido pela sua busca por explicações simples sobre o Universo. #Inovação