A SDM/AAC vai participar na primeira edição do Campeonato Nacional de Regularidade Histórica. O ponto alto do campeonato vai ser o Rali Queima das Fitas, organizado pela secção e agendado para 16 de maio. A Secção de Desportos Motorizados da Associação Académica de Coimbra (SDM/AAC) vai organizar uma etapa do Campeonato Nacional de Regularidade Histórica. Campeonato esse que vem substituir a "Classic Cup". A competição amadora de carros históricos, que privilegia a regularidade em vez da velocidade, foi ganha no ano passado por Ana Valente, que defendeu as cores estudantis, e que quer voltar a ganhar, desta vez para se sagrar campeã nacional.

"Não fui campeã nacional no ano passado porque ainda não existia campeonato nacional. A concorrência é muito forte mas este ano tenho de ganhar outra vez", afirma a piloto. Ana Valente deixa ainda elogios à SDM/AAC e ao Rali Queima das Fitas, que será o ponto alto do campeonato, "pelo organizador que tem, que sabe gerir muito bem os troços e criar armadilhas". A piloto de Coimbra espera fazer uma boa prestação e confessa que nem todas as provas estão ao seu alcance. "O Rali Rainha Santa é um dos mais complicados. Tem muitas rectas e é dificil competir com outros carros mais rápidos."

O Rali Queima das Fitas, prova com data marcada para 16 de maio, é a segunda das cinco provas que constituem o campeonato. O objectivo principal da corrida é manter uma velocidade constante e passar nos pontos de controlo do percurso no tempo exato. As cronometragens são tiradas através de GPS e o itinerário é secreto até ao momento da partida, mas João Filipe Azeiteiro, presidente da SDM/AAC, adianta que, no que toca ao Rali Queima das Fitas, "faz sentido partir na zona mítica da Universidade". João Azeiteiro disse ainda que a prova irá passar pelo Rio Mondego e pela zona norte do país.

Entre alimentação, licenças, seguros e outras questões logísticas, o presidente da SDM/AAC refere que "a secção espera gastar entre 15 mil e 20 mil euros". Os custos vão ser suportados através das taxas de inscrição e de patrocínios. A organização prevê receber perto de 120 participantes numa semana que se espera de festa em Coimbra. #Automobilismo