Uma jovem de 28 anos, mãe de um menino de sete anos, morreu ao final da tarde desta quarta-feira, 14 de Setembro, na praia de Mira, no distrito de Coimbra. Numa altura em que a época balnear já terminou e a praia estava sem vigilância. Andreia Torres foi retirada inconsciente do mar por dois surfistas, depois de ter salvado uma prima, ainda criança, que estava em dificuldades, que sobreviveu. Apesar das manobras de reanimação, a vítima não resistiu, tendo o óbito sido declarado no local.

O alerta foi dado por cerca das 19 horas de quarta-feira, 14 de Setembro, para a praia de Mira. A jovem, que residia na pequena localidade de Fontinha, em Febres, no concelho vizinho de Cantanhede, onde era funcionária do Centro de Dia, terá aproveitado o final do dia para ir à praia com familiares e amigos. Uma prima, adolescente, terá ficado em dificuldades, tendo Andreia Torres entrado na água para a salvar. Apesar de ter salvado a familiar, a jovem acabou por não ter conseguido sair da água.

Foram dois surfistas que conseguiram retirar a jovem do mar, já esta estava inconsciente. Logo que o alerta chegou às autoridades, foram enviados para o local diversos meios de socorro, tanto da Polícia Marítima, bombeiros e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), com cerca de 20 operacionais. Os socorristas iniciaram de imediato manobras de reanimação no areal, que prosseguiram já no interior da ambulância, mas apesar dos esforços não conseguiram reverter o estado da vítima, tendo o óbito sido declarado no local. O corpo acabaria por ser transportado para o Instituto de Medicina Legal para ser autopsiado.

Luciano Oliveira, comandante da Polícia Marítima de Aveiro, referiu aos jornalistas que no momento da trágica ocorrências as condições não eram as mais favoráveis para fazer praia, tanto mais que estava vento e dia de chuva, havendo mesmo uma ondulação significativa. Por outro lado, o comandante alerta para o facto de a época balnear já ter terminado e das praias, designadamente aquela onde ocorreu o afogamento, não terem vigilância e assistência de nadadores-salvadores. Uma situação que estaria devidamente sinalizada. #Afogamento