A Polícia Judiciária está a investigar a morte de um homem ocorrida na madrugada deste sábado no concelho de Miranda do Corvo, no distrito de Coimbra. A vítima, de 54 anos, foi alvejada com vários tiros quando regressava a casa. O cadáver foi encontrado pela companheira quando estranhou pela sua demora. O suspeito da prática do #Crime ter-se-á colocado em fuga, estando as autoridades a tentar apurar a sua identificação e localização.

O estranho homicídio ocorreu na madrugada deste sábado, 14 de Janeiro, na localidade de Granja de Semide, na União de Freguesias de Semide e Rio Vide, concelho de Miranda do Corvo. Eram cerca das 3:30 horas quando a companheira do homem, estranhando a sua demora, saiu à rua para tentar apurar alguma coisa, tendo acabado por encontrar o cadáver, dentro da sua propriedade, a Quinta da Vinha Morta. O corpo estava junto ao camião que conduzia, com sinais de ter sido atingido com arma de fogo.

Segundo informou o capitão do Destacamento Territorial da Guarda Nacional Republicana da Lousã, o homem terá sido atingido, com vários disparos de arma de fogo, quando regressava a casa. O suspeito autor do homicídio, ainda desconhecido das autoridades, terá colocado em fuga para parte incerta. A investigação do caso está entregue à Directoria do Centro da Polícia Judiciária, que enviou ao local uma equipa de investigadores e peritos no sentido de recolher indícios que possam esclarecer, e em que circunstância ocorreu aquele crime. Entretanto, o corpo da vítima foi removido do local, já durante a manhã de sábado, e transportado para o Gabinete Médico-Legal e Forense onde deverá ser sujeito a autópsia.

Acidente faz um morto e 3 feridos graves

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas, com gravidade, na sequência de uma colisão frontal entre um automóvel ligeiro de mercadorias e um outro ligeiro de passageiros, ocorrida na manhã deste sábado, 14 de Janeiro, no concelho de Miranda do Corvo. O #Acidente aconteceu por cerca das 7:45 horas, na variante à Estrada Nacional 324, entre aquele concelho do distrito de Coimbra e o Alto do Padrão, concelho vizinho da Lousã. No local esteve a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), cujo médico declarou no local o óbito do condutor do veículo ligeiro de mercadorias. Já os três feridos, foram transportados em estado considerado grave para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra pelos bombeiros voluntários das corporações de Miranda do Corvo e da Lousã.