Este tesouro cinematográfico, do qual só se conhecia um excerto de 25 segundos que se encontra no Museu de Arte Moderna (MoMA) em Nova Iorque, foi encontrado durante um inventário da biblioteca de Mo i Rana na região do Circulo Polar Árctico, na Noruega. O filme de Natal chama-se Empty Socks e foi realizado por Walt Disney em 1927. O Natal chegou mais cedo para a Disney que encontrou o seu tesouro perdido.

O protagonista deste filme é Osvaldo, o coelho sortudo que haveria de inspirar a criação do Rato Mickey. O filme não está completo, faltam entre 30 a 60 segundos, porém este vídeo de cinco minutos e meio é muito mais do que aquilo que se conhecia até agora.

Publicidade
Publicidade

David Gesrtein ilustrador da Disney e especialista na história dos desenhos animados já autenticou esta curta como sendo realmente o primeiro filme da Disney com a temática natalícia. Quando foi descoberto pelos funcionários da biblioteca norueguesa, estes não sabiam do que se tratava uma vez que o filme se encontrava em duas bobinas sem identificação. A Biblioteca Nacional já enviou uma cópia digitalizada para a Walt Disney Company. Estas duas bobinas são parte importante da história da Disney e vieram torná-la ainda mais rica. O responsável pelo departamento de #Cinema da Biblioteca Nacional já se disponibilizou a fazer chegar ao Museu de Arte Moderna de Nova Iorque esta cópia, caso o museu esteja interessado. Revelou também que ainda não foram contactados pelo museu.

Este filme havia pertencido a um privado, acabando depois na colecção do Instituto do Cinema Norueguês, que acabou por o doar a Biblioteca Nacional da Noruega onde ficou esquecido durante anos, armazenado num cofre, até ser encontrado agora, por acaso, enquanto se fazia um inventário.

Publicidade

O filme é a preto e branco e com uma qualidade de imagem muito longe daquela que existe hoje nos novos filmes da Disney. É uma peça fundamental dos primórdios daquela que se haveria de tornar a maior indústria de desenhos animados do mundo. O filme vai agora ser exibido na Biblioteca Nacional, em Oslo, na quarta-feira, dia 17. #Entretenimento