Entre visitas a museus e actividades planeadas para toda a família, o jornal britânico "The Telegraph" apontou Portugal como uma escolha mais do que acertada no momento de marcar as suas férias do próximo ano. Pelos quatro cantos do Globo, Portugal tem sido profusamente reconhecido como um destino que reúne sol, praia, comida e, mais recentemente, o golfe e o surf. Mas a herança cultural e patrimonial do nosso país tem feito eco por todo o mundo e são cada vez mais os turistas que marcam as suas férias na agenda a pensar neste país à beira mar plantado.

Entre as mais variadas riquezas culturais portuguesas, o jornal britânico escolheu aquelas que considera serem as cinco melhores regiões de Portugal para que os interessados em descobrir o nosso património cultural possam fazer as suas opções.

Publicidade
Publicidade

Façamos, então, uma viagem, de Norte a Sul do país.

Em Braga, em pleno coração do Minho, o visitante deve começar por conhecer os jardins daquela região que, mesmo no Inverno, nunca perdem a sua beleza. Depois deste passeio, deve passar pela Casa dos Biscainhos, ainda na cidade bracarense, classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1949. Construída no século XVII, esta casa esteve na posse do mesmo núcleo familiar até 1963, momento em que foi vendida a uma entidade pública que instalou depois nesse espaço o Museu. Antes de sair de Braga, segundo a publicação britânica, não deve esquecer de visitar o Santuário de Bom Jesus do Monte, uma referência quase obrigatória no Barroco europeu.

De Braga passamos para Foz Côa, onde estão patentes as famosas gravuras da região. Sendo o mais antigo registo de acção humana de gravação existente no mundo, estas gravuras em pedra, datadas do Paleolítico Superior e classificadas como Património Mundial pela UNESCO, são a escolha "perfeita" para as suas pausas no Verão, de acordo com o "The Telegraph".

Publicidade

Depois de Foz Côa, o jornal chega àquela que é vulgarmente conhecida como a cidade dos estudantes: Coimbra, região que acolhe a universidade mais antiga de Portugal. A Catedral Românica é ainda apontada como um dos "tesouros de Coimbra". É inevitável falar desta cidade sem mencionar o palco de uma das histórias de amor mais incríveis de sempre: a história de D. Pedro e da fidalga D. Inês de Castro, na romântica Quinta das Lágrimas.

Cascais e Sintra são também outras das escolhas. Sintra é apontada como a vila de sonho para o Verão, sobretudo pelo seu clima fresco. "Saído de um conto da Disney", o "The Telegraph" aconselha ainda uma visita ao Palácio da Pena, o ex-líbris de Sintra. Antes de sair desta região, não esqueça ainda de passar pelo Guincho ou pelo Cabo da Roca.

Num momento em que a UNESCO elege o cante alentejano como Património Imaterial da Humanidade, a publicação britânica insere o Alentejo no seu top 5. Aventurar-se numa descoberta do território à procura de antas, cromeleques e menires é uma das experiências mais ricas que se pode ter nesta região.

Publicidade

Em Évora, visite ainda a zona do Zambujeiro, com especial destaque para a Anta Grande do Zambujeiro, um monumento megalítico do tipo dólmen, considerado um dos maiores existentes em toda a Península Ibérica. Para descansar, passe ainda bons momentos no Imani Country House Hotel, um local onde não se sentirá num hotel, mas em casa. Terminada esta visita, faça as suas escolhas e descubra Portugal. #Turismo