Dia 6 de janeiro é conhecido como o Dia dos Reis, uma data de muitas tradições e simbologias. Neste dia homenageiam-se os três reis magos, Gaspar, Belchior (ou Melchior) e Baltazar, tal como estes fizeram quando visitaram Jesus Cristo após o seu nascimento e o presentearam com ouro, incenso e mirra. A origem desta celebração, tradicionalmente católica, levou estes três reis magos a Belém, através de uma longa viagem que começou no dia 25 de dezembro, dia do nascimento de Jesus, e que só terminou no dia 6 de janeiro, data em que os reis chegaram ao seu destino.

No entanto, os três reis magos não fizeram a sua viagem todos juntos.

Publicidade
Publicidade

Partindo de diferentes regiões, inicialmente a sua única companhia era o presente que levavam para aquele que tinha sido relevado como o salvador da humanidade e uma estrela que os guiava e os ajudava a concretizar a sua missão. Deste modo, o rei Baltazar saiu de África e levou consigo a mirra, uma erva muito utilizada na preparação de remédios, mas que também era oferecida a profetas. Da Índia partiu o rei Gaspar, que escolheu levar consigo o incenso, simbolizando a divindade e a fé. Já o rei Belchior (ou Melchior), que partiu da Europa, elegendo como sua oferenda o ouro, levou consigo o elemento que representava a nobreza e a riqueza dos deuses.

Depois de concluído o seu dever, os três reis magos regressaram calmamente a casa, dando assim lugar a uma nova celebração. Atualmente, esta data é comemorada em vários pontos do mundo, com festas em que os participantes dançam músicas típicas, trajados a preceito.

Publicidade

Em Portugal este dia conta também com a presença do bolo-rei. No nosso país, temos ainda o hábito de cantar as janeiras como forma de anunciar o nascimento de Jesus e de desejar um bom ano novo a todos. Formando pequenos ou grandes grupos de amigos ou de familiares, vai-se de porta em porta, cantando e animando a localidade onde se vive. As músicas, embora já conhecidas e bastante simples, diferem sempre de cidade para cidade, formando quadras apelativas para os moradores. #Curiosidades #Religião