No próximo dia 9 de janeiro, pelas 17 horas, a Câmara Municipal de Almada junta-se à Estradas de Portugal, S.A. numa parceria que inaugura a exposição documental "Pontes que nos unem", que estará patente no Museu da Cidade de Almada. Entre fotografias, filmes, documentação e peças de arquivo, o núcleo museológico da entidade Estradas de Portugal conseguiu reunir e irá partilhar através desta exposição "testemunhos do processo de decisão, construção e transformação da Ponte 25 de Abril, entre a década de 1940 e a atualidade, a par da infraestruturação viária na margem sul, que acompanha o desenvolvimento e crescimento urbano na área metropolitana", conforme explica a autarquia de Almada.

Publicidade
Publicidade

Deste modo e até ao mês de abril, para todos os que queiram visitar e conhecer a exposição "Pontes que nos unem", serão desenvolvidas várias atividades em geral, embora algumas sejam particularmente dirigidas e adequadas à comunidade educativa. Adianta ainda salientar que a Ponte 25 de Abril, como é atualmente conhecida, começou a ser construída em 1962. Menos de quatro anos depois, em Agosto de 1966, foi inaugurada pelo então Presidente da República, Almirante Américo Tomás. Com um custo superior a onze milhões de euros, esta ponte passou a ser conhecida como Ponte Salazar (embora a designação legal fosse Ponte Sobre o Tejo), mas após a Revolução de 25 de abril de 1974, este tenha sido mudado para Ponte 25 de Abril.

Atualmente, esta infraestrutura conta com uma média diária de circulação rodoviária de mais de trezentos mil utilizadores.

Publicidade

A sua circulação ferroviária apresenta-se de igual modo bastante intensa.

Outras informações úteis:

Inauguração: 9 de janeiro de 2015, pelas 17h00

Patente até: 4 de abril de 2015

Local: Museu da Cidade de Almada - Praça João Raimundo, Cova da Piedade

Horário: De terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 - Encerra segundas, domingos e feriados

Preçário: 0,60€; crianças até 12 anos e grupos escolares até ao 9.º ano: gratuito; Cartão Jovem e pessoas com mais de 65 anos: 50% de desconto #História #Curiosidades