A banda de metal progressivo norueguesa está a trabalhar no sucessor de "The Binding Cycle", álbum que data já de 2012, através da Indie Recordings. Lançaram recentemente um lyric vídeo para a versão demo do tema "Pilgrimage", que sairá no novo trabalho. Este tema foi gravado no estúdio Strand, em Oslo, onde os cinco elementos da banda se juntaram para gravar as demos das novas músicas e para finalizá-las. "Pilgrimage" oferece um vislumbre daquilo que se pode esperar do próximo trabalho, previsto ver a luz do dia algures no verão.

Segundo Magnus Haugo, guitarrista da banda, esta nova #Música mostra para onde a banda se dirige criativa e musicalmente.

Publicidade
Publicidade

É melódica, é progressiva e contém muitos outros mais elementos, mas que todos eles fazem sentido juntos. Disse ainda que não vão dar muitos detalhes ou explicações sobre as letras, mas que espera que o lyric vídeo seja visto e que se possam fazer as interpretações que se quiserem sobre as mesmas. Em relação ao novo trabalho, refere ainda que a direcção musical deste novo trabalho é bastante diferente da do último, "The Binding Cycle", e um dos exemplos desse rumo diferente foi terem incluído nos temas algumas vozes limpas. A média da duração das músicas também é bastante longa, sendo que a maior chega até aos dezasseis minutos.

Os The Fallen Divine são uma banda de metal extremo progressivo de Oslo e surgiram no verão de 2009. O trabalho intenso da banda em termos de ensaios fez com que esta desenvolvesse um estilo de metal progressivo bastante distinto, sendo muito difícil de categorizar o seu som, embora adjectivos como "melódico", "dinâmico" e "complexo" sejam utilizados frequentemente.

Publicidade

Em 2010 a banda lançou uma demo, "The Eternal Past And Future" como um aperitivo ao que viria no futuro, o álbum de estreia, o já citado "The Binding Cycle". Produzido no Sonic Train, em Gotemburgo, na Suécia, tendo Andy LaRocque (dos King Diamond) como engenheiro de som e sendo misturado e masterizado por Dan Swanö (ex-Bloodbath, ex-Edge Of Sanity e actualmente nos Nightingale). Swanö, a propósito da banda, afirma que os The Fallen Divine são mais uma prova de que a Escandinávia domina a cena death metal progressivo e que os mesmos têm um futuro brilhante à frente deles. Até agora, tudo aponta nesse sentido.