Estreou na passada quinta-feira e já se sabia que iria ser um êxito de bilheteira. "As Cinquenta Sombras de Grey" renderam, em apenas 3 dias (de quinta a sábado), 81 milhões de dólares só nos Estados Unidos da América (EUA). Este valor corresponde ao dobro do valor da produção da trama, que se situou nos 40 milhões de dólares. O filme quebrou, assim, o recorde de bilheteira do "dia dos namorados". O antigo detentor deste recorde era o filme americano "Dia dos Namorados", estreado em 2010. Na altura rendeu pouco mais de 56 milhões de dólares.

A película entrou diretamente para o nº1 dos mais vistos no #Cinema nesta semana. Os valores de bilheteira deste filme são maiores que a soma do 2º e do 3º classificado. Em 2º lugar está "Kingsman", estreado também na quinta-feira, a render 35 milhões de dólares. Já em 3º lugar está o novo filme da série "Sponge Bob", que rendeu 32 milhões de dólares na sua segunda semana de exibição.

Este êxito já era esperado. Recorde-se que, só em Portugal, já tinha vendido 47 mil bilhetes para a primeira semana, mesmo antes de estrear. Porém, a ante-estreia, um dia antes, em muitos pontos do mundo fez com que surgissem uma série de críticas negativas. No IMDb, o famoso site de pesquisa de filmes, "As Cinquenta Sombras de Grey" tem uma nota de 3,9 em 10. A crítica especializada acabou mesmo por apelidar o filme de "soft". Quem também uma opinião sobre este êxito de bilheteira foi Madonna. Convidada pela Billboard, disse que a película "não é muito sexy". A cantora, que se prepara para lançar o álbum "Rebel Heart", acabou mesmo por acrescentar: "Talvez para quem nunca tenha tido sexo antes". "Estava sempre à espera que acontecesse alguma coisa excitante ou maluca naquele quarto vermelho", admite a Rainha da Pop. Esta é, aliás, uma crítica apontada pelo público em geral. Porém muitos não concordam, acabando mesmo por dizer que há outras alternativas para quem quer ver cenas mais explicitas.

Recorde-se que a trama protagonizada por Dakota Johnson e Jaime Dorman deve estar nas salas portuguesas por mais 4 meses. Pelo menos a distribuidora do filme em Portugal, a NOS Audiovisuais, pretende manter em exibição até à saída do DVD.