Após a primeira edição, em Março de 2014, a Festa de Antropologia, #Cinema e Arte volta a Lisboa este ano. A segunda edição será organizada pelo NAVA, Núcleo de Antropologia Visual e da Arte do Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA), unidos pela "vontade de explorar as fronteiras entre o trabalho de investigação e a criação artística".

Esta festa surge da necessidade sentida pelos antropólogos em utilizar suportes não-verbais para expressar o conhecimento dos objectos que estudam, cruzada com o recurso crescente dos artistas a conceitos e sensibilidades etnográficos. A FACA explora as relações entre a Antropologia, o Cinema e a Arte, levando assim a antropologia à população geral. Após o sucesso da edição de 2014, alguns dos filmes que fizeram parte desta mostra circularam pelo país em extensões organizadas localmente, em lugares como o Pico e o Faial, nos Açores, por instituições que demonstraram interesse em levar às suas regiões o diálogo entre o cinema, a arte e a antropologia.

A Arte e o Cinema são, de facto, os dois eixos sobre os quais tanto a primeira, como esta edição da FACA, se organizam, através da projecção de filmes e da curadoria de instalações artísticas e performances com temas antropológicos. Para a edição deste ano, os filmes escolhidos tinham como critérios serem publicados entre 2013 e 2014, serem falados ou legendados em português, e serem "exemplo da pluralidade de olhares da antropologia visual contemporânea". É assim que encontramos na Cinemateca Portuguesa, no Espaço DNA Lisboa e no Arquivo 237, vários filmes de origem portuguesa e brasileira, mas também alguns provenientes de lugares tão díspares como a Hungria, Guiné-Bissau e França.

Entretanto, a 5 e 6 de Março, o Espaço DNA Lisboa vai ter, entre outros planos, instalações de vídeo, performances e uma exposição de fotografias, sob o título Possibilidades de Utopia | Construções do Real. Esta curadoria procura mostrar ao público narrativas, memórias e discursos segundo uma perspectiva antropológica, contando com vários artistas convidados. É possível consultar a programação completa da projecção dos filmes, bem como os horários da curadoria artística, no blogue oficial da FACA 2015.