Os nomeados para a edição número 57 dos prémios Grammy já são conhecidos há praticamente 2 meses, mas agora começam a surgir cada vez mais novidades para a cerimónia de entrega de prémios mais importante do panorama musical. Para apresentar os prémios nas diversas categorias podemos esperar Miley Cyrus, Dave Grohl, Taylor Swift, Stevie Wonder (que já ganhou 25 Grammys), Nicki Minaj, Pentatonix ou, ainda, Meghan Trainor. Muitos destes nomes vão poder, para além de apresentar, ganhar um Grammy nas categorias onde estão nomeados.

Ao longo dos últimos anos os espectadores (e fãs) foram habituados a grandes momentos musicais. E, claro, este ano não será exceção. Para quem estiver a ver, no próximo domingo, este evento, vai poder ver e ouvir Lady Gaga e Tony Bennett juntos. Os dois cantores vão juntar-se para cantar uma das músicas do álbum "Cheek to Cheek", editado em setembro do ano passado.

Também Rihanna, Kanye West e Paul McCartney vão aproveitar a entrega de prémios para mostrar a performance, ao vivo, de FourFiveSeconds, aquele que é o novo single da artista. Continuando na linha de atuações conjuntas, os Grammys vão presentear-nos com Beck e Chris Martin (vocalista dos Coldplay), Jessie J com Tom Jones, John Mayer com Ed Sheeran ou, ainda, John Legend e o rapper Common com Beyoncé, entre outros.

Na lista de confirmados a atuarem sozinhos temos Madonna. A "rainha da pop", que lançou anteontem o vídeo de "Living For Love" no Snapchat. não teve qualquer nomeação para a edição deste ano, contudo vai aproveitar para promover o seu novo álbum, Rebel Heart, que vai ser lançado no próximo mês de março. Podemos ainda contar com Ariana Grande, Sia, Usher, Pharrel Williams ou AC/DC.

Quem também regressa a este grande palco é Katy Perry. Depois de ter sido vista por 118,5 milhões de pessoas no Halftime Show do Super Bowl, vai atuar com "By the Grace of God", uma das músicas presentes em Prism, o mais recente álbum da artista. A cerimónia que acontece no Staples Center, em Los Angeles, vai ser transmitida, em HD, no canal norte-americano CBS.  #Música