Realizou-se ontem, dia 8 de fevereiro, a cerimónia mais importante de entrega de prémios da #Música. A cerimónia já dava que falar antes de acontecer, mas as atuações e as entregas de prémios deixaram todos surpreendidos. Sem surpresa foi a vitória de Sam Smith em 3 das principais categorias. A voz do britânico apaixonou em 2014 a crítica e o público; por isso, o Grammy de "Artista Revelação" não deixou ninguém surpreendido. A música "Stay With Me" valeu ao cantor o prémio de "Gravação do Ano" e de "Canção do Ano". O álbum de estreia, "In The Lonely Hour", fez com que ganhasse o prémio de "Álbum Pop do Ano". No seu discurso de vitória, Sam Smith aproveitou para "agradecer ao homem para quem escrevi este disco. Obrigado por partires o meu coração, graças a isso tenho quatro Grammys", rematou.

O prémio mais importante da noite, o de "Álbum do Ano", foi entregue por Prince que, antes de anunciar o vencedor, aproveitou para dizer que "tal como os livros e as vidas dos negros, os álbuns ainda importam", protagonizando um dos momentos mais falados da noite. O vencedor do prémio foi Beck com o seu "Morning Phase". Quem não ficou feliz com o resultado foi Kanye West, que quase interrompeu o discurso de Beck. Para West, o artista vencedor "precisa de respeitar a arte e dar o seu Grammy a Beyoncé". Beck, que ganhou ainda o prémio de "Melhor Álbum Rock", já respondeu em forma de elogio: "Acho que ele é um génio".

Ainda nos premiados encontra-se Pharrell Williams que, graças ao grande êxito de "Happy", venceu nas categorias de "Melhor Performance Pop a Solo" e "Melhor Vídeo". Pharrell foi também um dos nomeados a subir ao palco para cantar "Happy" numa versão um pouco diferente da normal. Madonna, apesar de não estar nomeada, também subiu ao palco dos Grammys para apresentar ao vivo o primeiro single "Living For Love" do álbum Rebel Heart. Também Katy Perry decidiu aproveitar a cerimónia para apresentar o seu novo single. Depois de um vídeo de Barack Obama onde este apelava à ajuda às vítimas de violência doméstica, Perry atuou com o seu mais recente single "By The Grace Of God". A cantora voltou a sair da cerimónia sem um único Grammy, apesar de ter estado nomeada em duas categorias. Para a importante publicação de música Billboard, "FourFiveSeconds", que juntou no palco Rihanna, Kanye West e Paul McCartney, foi uma das melhores performances da noite de ontem. De recordar que o álbum que inclui este single terá Kanye West como produtor executivo.

A cerimónia aconteceu ontem pela 57ª vez no Staples Center, em Los Angeles, e premiou ainda Tony Bennett e Lady Gaga ("Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional"), Eminem ("Melhor Álbum Rap" e "Melhor Colaboração Rap/Cantada", com Rihanna), entre outros. #Famosos