Entre ratinhos e lagartos, abóboras e sapatos de cristal eis que surge por magia a nova versão, em imagem real, do filme "Cinderela" da Disney. O clássico conto de fadas do escritor francês Charles Perrault teve a sua primeira adaptação em Hollywood num filme mudo em 1914, entretanto foi imortalizado em 1950 pela 'Walt Disney' numa animação com grande sucesso de bilheteira. Hoje é referência cinematográfica.

Com estreia marcada para o dia 19 de Março em várias salas de cinema do país, o filme já conquistou o 1º lugar no ranking dos mais assistidos nos Estados Unidos arrecadando no fim de semana de abertura US$ 67,9 milhões. Este clássico foi realizado a partir do roteiro de Chris Weitz e dirigido pelo também ator Kenneth Branagh, já conhecido dos cinéfilos pelas suas obras Shakespearianas com filmes como: 'Muito barulho por nada', ' Henrique V' e 'Hamlet'.

Publicidade
Publicidade

Este filme de "carne e osso" conta com um grande elenco, liderado por Cate Blanchett (de 'Senhor dos Anéis') que interpreta com todo o glamour a madrasta má. Seguido pela presença da encantadora e mágica fada madrinha que é desempenhada pela versátil atriz Helena Bonham Carter (de 'Discurso do Rei'). Contudo, o par romântico ficou para Lily James (da série 'Dowtown Abbey') como a linda Ella e para Richard Madden (de 'Games of Thrones') como o charmoso príncipe Kit.

São 113 minutos de muita cor e luz que ultrapassam a barreira do tempo e do espaço e transporta-nos o para um deslumbrante cenário de magia, romantismo, suspense e rebeldia. Porém, rebeldia sem violência. Cinderela revolta-se e foge, mas é aí que o primeiro encontro acontece. Ella é feliz, segura, forte e não há lugar para pieguices nem dramas.

Publicidade

O encanto impera e transforma a abóbora num coche, ratos em cavalos, lagartos em ajudantes e sapatos de cristal de fazer inveja até a Sarah Jessica Parker (de 'Sex and City'). Com todo este fascínio, Cinderela faz acreditar até aos mais incrédulos que a realidade pode ser feita sem conflitos, com amor, e com magia. Porque a magia existe e está de volta. #Cinema