É caso para dizer finalmente… Era para ser uma série, mas a RTP não quis; avançou-se para o filme; foi gravado em 2013 e a pós-produção foi concluída em dezembro de 2014. A 23 de abril vai chegar às salas de #Cinema. Nesse mesmo dia marca também presença no IndieLisboa - Festival Internacional de Cinema Independente. Gonçalo Waddington é o protagonista de "Capitão Falcão", um filme que é uma crítica ao Estado Novo.

Capitão Falcão é o primeiro super-herói do cinema português. Inspirada na banda desenhada, a ação decorre nos anos 60 do séc. XX. Capitão Falcão trabalha à sua maneira (com métodos mais ou menos duvidosos) para o Estado Novo.

Publicidade
Publicidade

Conta com o auxílio importante do Puto Perdiz (David Chan Cordeiro). Juntos tentam anular todos os perigos que colocam em causa a sobrevivência da nação, dando justificações a uma única pessoa: António de Oliveira Salazar (José Pinto). O seu mais recente desafio para resolver são os misteriosos fatos e o início de movimentos democráticos em Lisboa. Realizado por João Leitão, o filme foi gravado em Lisboa em 2013, em espaços como os velhinhos Armazéns Abel Pereira da Fonseca.

Em declarações ao Público, Gonçalo Waddington descreve a sua personagem da seguinte forma: "É um acérrimo defensor do Estado Novo e altamente fiel, pode ser um cão de fila do Salazar e não olha a meios para atingir os fins". Ao mesmo órgão, o realizador carateriza o protagonista da história como: "(...) um fascista do carago, (...).

Publicidade

É um total idiota que começa todas as conversa a bater em alguém. É como ele diz olá" .

O elenco inclui ainda: Carla Maciel, Rui Mendes, Miguel Guilherme, Luís Vicente, Bruno Nogueira, Nuno Lopes, Ricardo Carriço e ainda vários duplos necessários para as cenas mais perigosas. Escrito por João Leitão e Núria Leon Bernardo, "Capitão Falcão" foi proposto à RTP como série. Após 3 anos sem qualquer obterem qualquer novidade, os responsáveis decidiram avançar para o filme.

Segundo disse João Leitão ao IOL, o filme ridiculariza tudo o que de mau aconteceu no Estado Novo: "A piada do filme... o nosso protagonista é (na verdade) o vilão e o nosso antagonista é o herói". Se o público aderir, poderão existir novas sagas cinematográficas deste controverso defensor da pátria.

Quem é Gonçalo Waddington?

Gonçalo Waddington nasceu em Lisboa em 1977. Para além de ator, acumula outras tarefas associadas ao mundo da representação, como o guionismo ou a realização. Enquanto ator, no seu currículo constam peças como "Rosmersholm" ou "Macbain".

Na televisão é de realçar a sua participação nas séries: "Odisseia", "Até Amanhã Camaradas", "Último a Sair" e os "Contemporâneos". Não é admirador de novelas, aceitando esporadicamente convites para este formato apenas por questões financeiras (como são os casos de Laços de Sangue ou Terra Mãe). No cinema, para além de Capitão Falcão, destacam-se os #Filmes "Alice", "Águas Mil", "Coisa Ruim", "Mal Nascida", "Entre os Dedos" e "Yvone Kane".