Chama-se Beatriz Rocha, anda no 9º ano e é natural de Évora. Com 15 anos, foi a vencedora da categoria "Cultura" da secção juvenil dos Sony World Photography Awards 2015. A imagem vitoriosa mostra um grupo de cantares alentejanos no Teatro Garcia Resende, em Évora, e foi tirada no passado ano, pouco antes da candidatura do cante a Património Cultural Imaterial da Unesco. Beatriz foi a grande vencedora, numa categoria em que constavam, inicialmente, mais de 6600 fotografias, enviadas dos quatro cantos do mundo.

"Chorei, ri-me e por momentos não acreditei… Creio que ainda não tenho noção do que ganhei. Os meus pais fizeram uma festa maior que eu, apesar de eu estar igualmente ou mais feliz", confessou a jovem em entrevista à agência Lusa.

Publicidade
Publicidade

A imagem foi tirada quando acompanhava o pai, fotógrafo profissional, a uma sessão fotográfica ao grupo Cantares de Évora. O conceito era conjugar duas dimensões da história da sua cidade natal: o centro histórico, desde 1986, declarado Património Mundial e o cante, atualmente Património Cultural Imaterial. "Na foto os cantares estão num à vontade que achei muito interessante."

Beatriz vai receber uma máquina fotográfica profissional, um smartphone da Sony e vê ainda o seu nome nomeado para o prémio Jovem Fotógrafo do Ano. O vencedor será anunciado no dia 23 de abril, em Londres, na mesma altura em que são anunciados os vencedores da secção profissional dos prémios Sony, na qual se encontra um outro português entre os finalistas. Eduardo Leal, fotógrafo da 4SEE Photographers, está entre os melhores na categoria "Campanha".

Publicidade

Todas as fotografias finalistas, quer da secção juvenil, quer profissional, vão ser expostas no Somerset House, em Londres, entre 24 de abril e 10 de maio, e compiladas num livro com as melhores imagens da edição de 2015 dos prémios Sony.

Os Sony World Photography Awards são organizados anualmente pela Organização Mundial de Fotografia, com o patrocínio da Sony. A primeira edição decorreu em 2008, em Cannes, mas desde 2011 que estabeleceu residência em Londres. São já considerados os maiores prémios de fotografia do mundo, apresentando um crescimento anual positivo. Só este ano participaram ao todo 173 444 imagens, oriundas de 174 países, num aumento de quase 25% em relação a 2014.