O ator inglês (Sir) Kenneth Branagh confirmou que existem planos para fazer uma nova adaptação do clássico de William Shakespeare "Macbeth", desta vez realizada pelo galardoado realizador americano Martin Scorsese. Em entrevista à BBC Radio, o ator confirmou que adaptação seria realizada por Scorsece a partir da produção feita e apresentada por Branagh no Festival Internacional de Manchester, em 2013.

"Vamos reencenar a produção e, se tudo correr bem, o Sr. Scorcese vai realizar a versão cinematográfica desta produção. É apenas uma questão de calendário. Estou muito muito esperançoso que irá acontecer", afirmou o ator inglês.

Publicidade
Publicidade

Com a expectativa de que o realizador criará algo "muito impressionista" e "muito abstrato", a produção original de Kenneth Branagh foi feita para colocar o público perto e imerso na ação da peça, a poucos centímetros dos atores que a estão a representar, característica que a diferenciará de outras versões feitas para #Cinema.

Se se confirmar a disponibilidade de Martin Scorsese para realizar esta nova adaptação, será a primeira vez que o realizador adaptará uma peça de Shakespeare para o grande ecrã. O realizador é conhecido por ter realizado dezenas de filmes, muitos deles já clássicos da 7ª Arte, como "Taxi Driver", "O Touro Enraivecido", e "Tudo Bons Rapazes".

Pelo contrário, o ator inglês, além de já ter protagonizado inúmeras produções shakespearianas em palcos um pouco por todo o mundo, já realizou versões de Shakespeare para cinema, como "Hamlet" e "Henrique V".

Publicidade

Mais recentemente realizou "Thor", "Jack Ryan: Agente Sombra" e "Cinderela". Antes de começar a pré-produção, Martin Scorsese tem ainda pendentes dois projetos para realizar. Atualmente está a gravar "Silêncio", filme sobre dois padres jesuítas portugueses, protagonizados por Liam Neeson e Andrew Garfield.

Estas novas informações sobre a provável parceria de Scorsese e Branagh surgem no mesmo ano em que estreia outra adaptação da história de Macbeth e Lady Macbeth, protagonizada pelo germano-irlandês Michael Fassbender e pela francesa Marion Cotillard, num filme realizado pelo australiano Justin Kurzel.