2,50 euros é o valor dos bilhetes para assistir a um filme das 499 salas de #Cinema existentes no país, nos dias 11, 12 e 13 de Maio. Esta medida enquadra-se na 1ª edição da Festa do Cinema, levada a cabo por um grupo de identidades relacionadas com a indústria cinematográfica portuguesa. A finalidade desta iniciativa é cativar mais pessoas às salas portuguesas, assim como recuperar o velho hábito de ir ao cinema, perdido após a eclosão da crise económico-financeira de 2011. Desde então, as famílias portuguesas deixaram em massa de assistir a filmes nas salas de cinema, também muito por culpa da subida exponencial dos preços dos bilhetes.

Esta ideia inovadora é da APEC - Associação Portuguesa de Empresas Cinematográficas, sendo apoiada pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), assim como dos distribuidores de conteúdos audiovisuais, representados pela Associação de Defesa das Obras Audiovisuais (FEVIP) e pela Associação para a Gestão de Direitos de Autor, Produtores e Editores (GEDIPE).

Publicidade
Publicidade

É já considerada pela organização como a Festa do Cinema, numa iniciativa promocional nunca antes realizada em território nacional. Serão alcançados 94 mil lugares, em praticamente cinco centenas de salas distribuídas por Portugal inteiro. Entre as excepções à regra encontram-se as salas 3D, IMAX, bem como os chamados lugares "VIP".

Futuramente existe o objectivo de repetir esta iniciativa e, quem sabe, até fazê-la coincidir com a estreia de filmes portugueses, de modo a ajudar a promover a indústria cinematográfica portuguesa. Paralelamente sabe-se que nos primeiros três meses deste ano registou-se um crescimento de 2,9 milhões de euros e cerca de 574 000 pessoas nas salas de cinema, em Portugal. Comparativamente ao mesmo período de 2014 verifica-se um aumento superior a 20% tanto no número de espectadores, como em termos de receita, refere o Instituto do Cinema e do Audiovisual.

Publicidade

A culpa foi do excelente mês de Fevereiro.

A ideia de proporcionar três dias com bilhetes a preços atractivos foi inspirada no festival espanhol homólogo, "Fieste del Cine".