A capacidade de um actor ou actriz escolher os filmes em que participa é tão importante como a sua capacidade para actuar. Muitas vezes é comum acontecer que as suas próprias decisões possam significar o fim da carreira ou o início do seu declínio. Existem dois tipos de más decisões: recusar papéis que se tornaram icónicos e aceitar filmes pelos quais se arrependem. Vamos abordar dez casos desta segunda hipótese.

10- Katherine Heigl - Um Azar do Caraças - Na altura, Katherine Heigl já dava nas vistas na série Anatomia de Grey e aos poucos começava a tentar a sua sorte na sétima arte e este foi o seu primeiro filme numa comédia bem sucedida.

Publicidade
Publicidade

Além de odiar a forma como as mulheres foram retratadas, como sendo chatas e neuróticas, e os homens como patetas adoráveis, também odiou seu próprio papel. Apesar disso, o filme serviu para lançar a sua carreira na sétima arte.

9- Jim Carrey - Kick-Ass 2: Agora É A Doer - Devido ao tiroteio numa escola norte-americana, Carrey afirmou que depois do que aconteceu (um mês depois de ter participado no filme) não poderia apoiar aquele nível de violência, embora não estivesse envergonhado da sua participação no filme

8- Kate Winslet - Titanic - Apesar de ter sido o papel que fez com que a sua carreira explodisse e de ter sido aquele pelo qual Kate lutou ferozmente para conseguir, cada vez que revê a sua actuação Winslet não consegue deixar de ser dura nas suas auto-críticas. Também revelou que cada vez que ouve a música de Celine Dion tem vontade de vomitar.

Publicidade

Quem é que a pode censurar?

7- Shea LaBeouf - Quase todos os blockbusters em que entrou - Jovem e energético, Shea tem um carisma inegável que fez com que os seus primeiros filmes o tenham levado a entrar em filmes como Transformers e Indiana Jones. O seu desencanto levou a fizesse comentários que não foram bem recebidos por parte de realizadores, como Spielberg. O seu desencanto foi de tal forma enorme que praticamente só faz #Cinema independente.

6- Wesley Snipes - Blade Trinity - Outrora um actor de filmes de acção, Snipes pode-se queixar tanto dos seus problemas legais como das suas escolhas de filmes. Tudo terá começado com a terceira parte de Blade, onde parece que o filme foi um pesadelo para todos. Para o actor, o resultado foi uma série de filmes directos para vídeo.

5- Charlize Theron - Jogo de Traições - Alguns anos depois do filme ter sido um fracasso, a actriz admitiu de que este filme foi um dos piores da sua carreira.

4- Jamie Lee Curtis - Virus -Mau do início ao fim, é como Jamie Lee Curtis descreve o filme.

Publicidade

Refere ainda que talvez tenha sido a única vez em que teve a percepção de estar a participar em algo realmente mau.

3- Arnold Schwarzenegger - Kalidor, a Lenda do Talismã - A adaptação da personagem Sonja da banda desenhada para o grande ecrã contava com Arnie para lhe dar força, mas a verdade é que é um filme terrível e o próprio actor tem plena consciência de ser o pior filme que fez, embora tal afirmação seja discutível.

2- Sylvester Stallone - Pára Ou A Mamã Dispara - Segundo Sly, foi o pior da carreira dele (também discutível). Disse que para fazer alguém confessar um assassinato, bastava colocar essa pessoa a ver o filme, que passado 15 minutos confessa.

1 - George Clooney - Batman & Robin - Além de admitir que mataram a franchise (o que é verdade, a personagem apenas foi recuperada para o cinema 7 anos mais tarde pelas mãos de Christopher Nolan), Clooney confessou que era um filme difícil de fazer boa figura, de tão mau que era.