Após a celebração do dia do livro e dos direitos de autor no passado dia 23 de Abril, estamos praticamente a um mês do início da 85ªedição da Feira do Livro de Lisboa, que é organizada pela APEL - Associação Portuguesa de Editores e Livreiros. Esta iniciativa, na qual participam centenas de editores, constitui um vínculo cultural muito importante face à importância da #Literatura a nível pessoal e social. A feira realiza-se entre 28 de Maio e 14 de Junho, trazendo mais vida ao Parque Eduardo VII.

Este ano a APEL não só dará continuidade à agradabilidade do espaço, como também introduzirá uma nova actividade para os mais pequenos, chamada Acampar com Histórias que, tal como o nome indica, inclui acampar na feira. Esta iniciativa tem como objectivo incentivar os mais novos a ler de uma maneira divertida e interessante. Para mais informação, deve consultar o site da APEL. Além disso, continuam a fazer parte do programa as habituais sessões de autógrafos aos fins-de-semana, tendo os leitores possibilidade de conhecer e conversar um pouco com os seus autores favoritos; terão também lugar actividades de entretenimento infantil, apresentações e palestras, etc.

A realização desta feira tem um grande impacto, pois com o seu ambiente cada vez mais atractivo e preços de feira, muitas vezes consideravelmente mais acessíveis dos que os preços normais, os descontos, a promoção Hora H, e a sua renovação constante, contribui para provar que a literatura continua viva no nosso país e que assim continuará, mesmo com toda a tecnologia existente ao dispor do público leitor.

Mas esta feira não é feita só de #Livros. Existem vários espaços de convívio e alimentação, que convidam a passar uma tarde em família ou entre amigos e também um espaço especialmente dedicado às crianças, para as manter ocupadas e integradas no ambiente. Para quem é amante de livros e literatura ou somente aprecia um passeio diferente, esta é sempre uma excelente oportunidade de se manter a par das novidades ou adquirir alguma companhia para a chegada do tempo quente, que convida a passar mais tempo ao ar livre.