'When Will You Marry' ou 'Nafea Faa Ipoipo' (na sua denominação original) é o nome do quadro mais caro do mundo. O óleo sobre tela de Paul Gauguin estabeleceu um novo recorde em Fevereiro deste ano, ao ser vendido por quase 269 milhões de euros, segundo anunciou o 'The New York Times', sendo agora o n.º 1 dos vendidos em leilão. O comprador do quadro com 101x77 cm não quis ser identificado, mas especula-se que terá sido o Estado do Qatar a adquiri-lo à família do já falecido empresário suíço e colecionador de arte, Rudolf Staechelin. De acordo com o 'top 10' dos quadros mais caros do mundo vendidos em leilão, construído pela revista 'Sábado', embora o valor de venda não tenha sido revelado, o 'The New York Times' revelou que o valor rondou os quase 269 milhões de euros (300 milhões de dólares).

Publicidade
Publicidade

A compra deste óleo sobre tela de Paul Gaugin estabeleceu um novo recorde nos quadros vendidos em leilão, depois de, em Maio de 2012, 'O Grito' de Edvard Munch ter elevado a fasquia para 109,4 milhões de euros (119,9 milhões de dólares). A luta pelo quadro foi renhida na Sotheby's de Nova Iorque. Inicialmente, oito licitadores disputaram a obra-prima do expressionista norueguês. Apenas dois licitadores chegaram ao final da disputa, defrontando-se durante vários minutos. Em causa, a única de quatro versões com uma moldura pintada por Munch para integrar o seu poema referente à inspiração da obra.

2013 foi também propício a novos recordes na venda de quadros em leilão. Depois de a Sotheby's ter estabelecido uma nova meta no ano anterior, foi a vez de a sua rival Christie's, também em Nova Iorque, de estabelecer um novo recorde.

Publicidade

O quadro 'Three Studies of Lucian Freud', de Francis Bacon, foi vendido por 129,9 milhões de euros (142,4 milhões de dólares). Antes deste quadro, 'Nude, Green Leaves and Bust', de Pablo Picasso, era o detentor do recorde da leiloeira Christie's. 97,2 milhões de euros (106,5 milhões de dólares) é o valor gasto por um comprador em 2010.

No quarto lugar segue-se 'Silver Car Crash (Double Disaster', de Andy Warhol de 1963, vendido pela Sotheby's por 94,6 milhões de euros (105,4 milhões de dólares). Picasso volta ao pódio, desta vez no quinto lugar, com um dos quadros de início de carreira. 'Garçon à la Pipe' alcançou, em 2004, 93,5 milhões de euros (104,2 milhões de dólares).

Pablo Picasso é de facto o pintor com mais referências neste 'top 10'. O sexto lugar também pertence ao artista espanhol e foi vendido por 85,3 milhões de euros (95,2 milhões de dólares).

O sétimo lugar é da obra 'Dora Maar au Chat', de Gustav Klimt tendo sido adquirido por 78,7 milhões de euros (87,9 milhões de dólares), em 2006.

Publicidade

Seguem-se um quadro de Vincent van Gogh que, em 1990, atingiu os 73,8 milhões de euros (82,5 milhões de dólares), o 'Orange, Red, Yellow ', vendido em 2012 por 78 milhões de euros (86,9 milhões de dólares) e, por fim, uma peça de Pierre-Auguste Renoir. O 'Bal du Moulin de la Galette' foi comprado em 1990 à Sotheby´s por 70,1 milhões de euros (78,1 milhões de dólares). #Negócios #Artes