As novidades dos #Festivais de verão continuam a chegar. Apesar de ainda não ter todo o cartaz anunciado, chegam novas informações no que toca ao NOS Alive. Desta vez, a informação está ligada aos bilhetes disponíveis. Já só há 2000 passes de três dias e 1460 bilhetes diários para dia 9 de julho, dia em que atuam os Muse. Uma vez que faltam 42 dias para a abertura de portas da edição de 2015, é provável que esgotem, fazendo com que tal aconteça pela quinta vez em nove edições.

Em 2010, o NOS Alive foi o primeiro festival português a gostar os passes disponíveis para um festival. No ano em que os Pearl Jam eram o grande nome do cartaz, o Passeio Marítimo de Algés recebeu ainda Faith No More ou Deftones.

Publicidade
Publicidade

Fora os passes, os bilhetes para o dia em que atuaram os norte-americanos também esgotaram. Em 2011, a única edição que teve quatro dias, a Everything is New voltou a ter um cartaz de luxo, o que fez esgotar os passes e o dia em que os Coldplay atuaram. No ano seguinte, o dia dos Radiohead fez esgotar o último dia e os passes de três dias. Em 2013, o cartaz que tinha como grandes nomes os Green Day, Depeche Mode e Kings Of Leon não foi suficiente para esgotar o recinto. Na edição do ano passado, altura em que o Optimus Alive passou a ser NOS Alive, os Arctic Monkeys foram o grande chamariz que fez esgotar o primeiro dia e, consequentemente, os passes disponíveis.

No que toca à nona edição sabe-se que, até à data, já foram vendidos cerca de dez mil bilhetes para o estrangeiro. Os principais compradores estão no Reino Unido, muito possivelmente devido às notícias que têm saído na imprensa inglesa.

Publicidade

Na última edição da revista Time Out London, o NOS Alive'15 teve um grande destaque. A revista referiu "dez coisas boas sobre Lisboa" tendo como principal argumento o festival que se realiza em Oeiras.

O NOS Alive'15, que volta a ter lugar no Passeio Marítimo de Algés, acontece nos dias 9, 10 e 11 de julho e tem como principais cabeças de cartaz os Muse, The Prodigy, Mumford & Sons, Disclosure Live e Sam Smith. Os bilhetes ainda estão à venda, mas os passes de três dias e os bilhetes para o primeiro dia estão prestes a esgotar. Em comunicado, a organização refere que "a elevada procura do público prevê mais uma edição histórica deste que é hoje considerado um dos 10 melhores festivais da Europa".