Morreu uma das lendas do soul norte-americano. Ben E. King faleceu na passada quinta-feira, com 76 anos de idade, de acordo com o comunicado difundido pelo agente do cantor. Ben E. King ficou famoso junto de toda a gente pela #Música Stand By Me. Nascido em 1938, natural da Carolina do Norte, Benjamin Earl Nelson faleceu vítima de causas naturais, segundo revelaram as informações avançadas por Phil Brown.

Ainda muito jovem, Ben E. King mudou-se com a família para Nova Iorque e foi no final da década de 50 que se começou a fazer notar nos grupos The Five Crowns e The Drifters. No início da década de 60 a lenda do soul dedicava-se à sua carreira a solo, em que atingiria o estrelato graças a "Stand by Me", tema que integrou o álbum "Don't Play That Song", editado em 1962.

Publicidade
Publicidade

A música continua hoje em dia a ser conhecida por milhões de pessoas em todo o mundo, passando com nota máxima no teste do tempo. Muitos dos seus temas de acabaram por ser cantados por outros músicos de grande sucesso como Aretha Franklin, John Lennon ou os The Mamas & The Papas.

O músico sempre se revelou muito orgulhoso da forma como a música resistiu ao tempo e, de acordo com a BMI, uma associação que se dedica aos direitos de autor, Stand By Me terá mesmo sido a quarta música que mais se ouviu na rádio e televisão norte-americanas ao longo do século XX. Já este ano, Ben E. King viu a música ser integrada no Registo Nacional de Gravações da Biblioteca do Congresso dos EUA. Este é um importante marco para qualquer cantor do país, já que apenas preserva importantes registos para cultura e história dos Estados Unidos da América.

Publicidade

Ben E. King tem em "Spanish Harlem" e "Don't Play That Song" outros dos grandes sucessos da sua carreira, que lhe concederam também o estatuto de lenda do soul.

Ao longo da noite foram surgindo nas redes sociais várias reacções à partida de Ben E. King. Um dos primeiros terá sido o músico Gary U.S. Bonds, que elogiou o maravilhoso legado que King deixou a todos, além da oportunidade de ter tido o privilégio de ser seu amigo ao longo de mais de 50 anos.