Os Immortal foram uma das grandes entidades do black metal norueguês, surgindo na segunda vaga do género, mas mantendo-se sempre à parte de todas as polémicas, com os assassinatos, a vandalização e incêndio de igrejas. A banda sofreu algumas contrariedades como a tendinite de Demonaz, guitarrista, que o obrigou a sair da banda, e chegou mesmo a cessar funções em 2003. O regresso em 2006 deu-se com concertos principalmente e depois com um novo álbum de originais em 2009. No final do ano passado o músico decidiu reclamar a si os direitos sobre o nome Immortal, partindo do princípio que Demonaz (que apesar ter saído da banda, continuou a funcionar como letrista e manager da banda) e Horgh (que também estava nos Hypocrisy) tinham abandonado a banda, tendo inclusive deixado de pagar a renda da sala de ensaios.

Demonaz e Horgh pediram a Abbath que os Immortal fizessem uma pausa para resolver questões internas do grupo, mas o músico não concordou. Abbath entendeu que tendo tanto Demonaz como Horgh um papel criativo diminuto na vida da banda, deveria ele ficar com os direitos sobre o nome, já que, alegou, dependeria da banda para subsistir e que ainda haveria questões contratuais pendentes com a Nuclear Blast, com um álbum que deveria ser lançado para que o contrato fosse cumprido - álbum esse que Abbath tinha dito que já estava praticamente pronto, que faltava apenas entrar em estúdio. No entanto, a surpresa veio na forma da notícia que deu a banda como extinta e que o músico iria continuar em nome próprio numa editora diferente: a Season Of Mist. Com um alinhamento em que se confirma a presença de King, que já tinha colaborado com o músico na banda I, ele que também já passou por bandas como Sahg, Gorgoroth e está actualmente nos Good Seed e nos Ov Hell.

Com o álbum previsto para sair no início do próximo ano (e as gravações a começarem neste verão), a nova entidade vai entrar em palco pela primeira vez no conceituado festival finlandês Tuska Festival, a decorrer em Helsínquia, na Finlândia, sendo cabeças de cartaz no palco Inferno. A banda vai mostrar uma #Música nova, chamada "Fenrir Hunts", além de tocar material clássico dos Immortal e ainda músicas dos I. A banda também já tinha anunciado as bandas de suporte ao seu primeiro concerto em Londres, sendo elas os irlandeses Primordial e os britânicos Conan. Resta saber até que ponto a influência Immortal se vai fazer sentir nesta nova entidade, embora seja expectável que Abbath, a banda, seja uma continuação lógica daquilo que os Immortal fizeram.