Para os que não saibam ou se lembrem, houve uma revolução no alinhamento dos Megadeth no final do ano passado. O guitarrista solo Chris Broderick e o baterista Shawn Drover saíram da mítica banda liderada por Dave Mustaine praticamente numa questão de horas. Na altura já se falava que os dois iriam juntar-se num novo projecto, que viria a ser baptizado como Act Of Defiance. A sua única promessa era que seria um projecto de heavy metal. Quando os Megadeth já preencheram as posições deixadas em aberto (pelo menos para as gravações do álbum), temos agora desenvolvimentos na nova banda dos seus ex-membros.

A estreia já tem título ("Birth And The Burial") e data para lançamento (21 de Agosto, pela Metal Blade Records) e se actualmente estamos numa era em que existem centenas de sub-géneros e categorias, a única coisa que a estreia cumpre é a promessa que a dupla fez de se tratar um álbum 100% heavy metal, sem compromissos. O primeiro avanço ao álbum é feito através da #Música "Throwback", o primeiro single, com direito a vídeo realizado por Corey Soria (conhecido pelo seu trabalho com os Danzig), que é puro thrash metal. A música e o vídeo podem ser vistos e ouvidos no site da editora Metal Blade.

À dupla dissidente dos Megadeth Chris Broderick (que também passou por bandas como Jag Panzer e Nevermore) e Shaw Drover (que começou a sua carreira nos Eidolon), juntou-se Matt Bachand (dos Shadows Fall) e ainda o vocalista Henry Derek (ex-membro dos Scar The Martyr) e em conjunto, o quarteto fez desta estreia "Birth And The Burial", um álbum que é apetecível por todos os fãs de música pesada na sua vertente mais tradicional.

No press-release da banda Shawn Drover refere que a música de avanço não é a típica malha thrash metal, que também tem umas tonalidades progressivas, com mudanças de tempo e quebras de ritmo e que ficou surpreendido pela forma como Broderick quis sair daquilo que seria normal. Também foi Broderick, segundo Drover, que escreveu a letra para a música. Esta é bastante negra, o que se enquadra na agressividade da música. Sobre o vídeo, referiu apenas que foi bastante fácil trabalhar com o realizador, Corey. O conceito era bastante simples, muito tipicamente heavy metal, com apenas fumo, luzes e a banda a tocar.

Broderick, por sua vez, acrescenta sobre a música "Throwback", que a mesma foi influenciada por grandes guitarristas de thrash metal como Kerry King dos Slayer e Rob Cavestany dos Death Angel. Foram sobretudo estes dois músicos que o inspiraram para compor um ritmo loucamente rápido. Com essa base, a composição progrediu para algo que não só tem elementos de thrash mas de tudo um pouco, incluindo os tais elementos de música progressiva e groove. O guitarrista afirma ainda que não esperava que "Throwback" fosse o primeiro avanço do álbum, justamente por não ser comercial, nem tem a estrutura normal de verso, refrão e solo e tem quase seis minutos. No entanto, ao ouvi-la, não restam dúvidas sobre ao que os Act Of Defiance vêm.

Apesar do lançamento ser apenas a 21 de Agosto, as pré-reservas do mesmo já podem ser efectuadas através do site da Metal Blade Records.