O mundo da moda gera, economicamente falando, milhões de euros. São empresas, estilistas, designers, fotógrafos, costureiras, tecelagens, cientistas, químicos, e muito mais profissões existentes que fazem da indústria da moda o sucesso que ela alcançou hoje. Mas será que os compradores e amantes da moda sabem o que realmente existe por trás da "cortina de seda" do mundo 'fashion'? Será que sabem como funcionam as indústrias e onde elas estrategicamente estão localizadas? Será que compreendem como uma peça de roupa que é paga por cêntimos chega às lojas por um valor absurdo?

Foram estas questões que levaram o director Andrew Morgan, célebre por realizar documentários que podem ajudar a tornar o mundo melhor, a idealizar e dirigir o filme 'The true cost".

Publicidade
Publicidade

Este documentário, traduzindo livremente "O custo verdadeiro", é na verdade uma história sobre vestuário. Sobre a roupa que vestimos, sobre as pessoas que as fazem, sobre o grande impacto que a indústria tem no mundo. Centrado em considerações éticas e nos custos: enquanto os preços das peças baixam, os custos humanos e ambientais crescem dramaticamente.

O filme foi realizado em vários países por todo o mundo. Desde as passarelas da moda às favelas e guetos mais sombrios. São locais onde encontramos "fábricas" ilegais, escondidas e sem medidas de segurança. China, Índia e Bangladesh são alguns países subdesenvolvidos onde a maioria das roupas que compramos são criadas diariamente e feitas de forma impiedosa por mãos de mulheres e crianças maltratadas, desnutridas e exploradas. Na década de 60, os Estados Unidos produziam 95% do seu vestuário.

Publicidade

Atualmente, 97% da fabricação é feita em países denominados 'de terceiro mundo' e apenas 3% nos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Suíça.

O vestuário faz parte da nossa cultura há séculos e é uma forma de nos comunicarmos e de mostrar quem somos. Ao longo da história da humanidade várias civilizações usavam roupas por questões sociais, culturais e não por necessidade. Hoje a moda gera dinheiro e a produção apenas procura o interesse comercial. As coleções nas lojas seguiam anteriormente o padrão de duas coleções novas por ano. Hoje as lojas seguem os padrões do comércio e são capazes de colocar à venda mais de 59 coleções por ano.

É o chamado 'consumismo desenfreado' e/ou 'moda rápida'. Por esse motivo, Andrew Morgan quer fazer a diferença com este documentário, quer abrir os olhos do mundo para a vida de pessoas e lugares que existem por trás de cada peça de roupa que compramos e fazer ver o grande impacto que causa no mundo uma simples peça que vestimos.

O documentário 'The true Cost' conta com entrevistas de pessoas influentes no mundo da moda, como Stella McCarteney, Lívia Firth e Vandana Shiva.

Publicidade

O documentário já está a causar bastante rebuliço no mundo da moda e quem o quiser ver de graça apenas tem que aceder ao site de Eileen Fisher, designer de moda de roupas femininas e fundadora da empresa com o mesmo nome. Em parceria com Andrew Morgan, Eileen oferece 1000 downloads grátis do documentário 'The true cost'. #Filmes #Causas