Depois de vários concertos nos EUA e Canadá, que irão começar dia 19 de junho deste ano, a banda norte-americana Lifehouse, conhecida por temas como "You and Me", "Hanging by a Moment", "Everything" ou o mais recente "Between the Raindrops", com Natasha Bedingfield, atravessa o Atlântico para mostrar aos europeus o seu mais recente trabalho, o álbum Out of the Wasteland, acabado de estrear no passado mês de maio. Percorrerão em primeiro lugar a Holanda, Alemanha, França e irão, por fim, ao Reino Unido, com concertos em outubro. Os fãs portugueses não serão congratulados com a sua visita. Porém, com alguns dos destinos a poucas dezenas de euros de distância por algumas companhias low-cost, que fã incondicional não estaria disposto a gastar algumas das suas economias, mesmo em tempos de crise económica?

Depois de Almería, o último álbum lançado pela banda, em 2012, este  novo álbum, composto por cerca de catorze faixas, é o sétimo de uma longa carreira, começada em 1999 e promete ser alvo de sucesso. Alguns dos concertos estão praticamente praticamente esgotados. É o caso de Londres, que teve de adicionar uma nova data, devido à afluência de fãs, muitos vindos de outras partes do planeta, da banda liderada por Jason Wade.

Wade, agora com trinta e quatro anos, começou a compor músicas aos doze. Filho de pais missionários, viveu em muitos países, tendo absorvido o melhor de muitas culturas. Com a separação dos pais, Wade começou a aprender a tocar guitarra de forma autodidacta, compondo as suas canções desde então.

A banda, actualmente também composta por Bryce Soderberg e Rick Woolstenhulme, Jr., passou por várias alterações de membros, tendo-se mantido sempre o seu vocalista.  Deste modo encontra-se em consonância com o seu próprio nome que em português significa literalmente casa da vida. Fiéis ao seu género de rock-alternativo, a banda tem fãs em todo o mundo e principalmente no seu país de origem, os Estados Unidos, que será então o primeiro a desfrutar das novas canções ao vivo. #Entretenimento #Música