A Everything is New, promotora responsável pela organização do NOS Alive, anunciou esta tarde a presença de Chet Faker no dia 11 de julho, terceiro dia do festival. O artista vai subir ao Palco NOS em substituição de Stromae. De recordar que o cantor belga foi obrigado a cancelar a atual digressão devido a doença. No mesmo dia de Chet Faker, o palco principal vai receber Disclosure (em formato Live), Sam Smith, Counting Crows e HMB.

Esta não será a primeira vez do cantor Nicholas Murphy no Passeio Marítimo de Algés. Na edição do ano passado, Chet Faker subiu ao Palco Heineken, também no último dia, encerrando o festival com chave de ouro. O músico, que teve a tenda repleta de fãs, deu, segundo a crítica especializada, um dos melhores concertos do ano passado. Mas foi ainda em 2013 que o cantor se estreou no nosso país, dando um concerto na discoteca Lux. O fenómeno Chet Faker, como já é chamado, chegou a Portugal e parece ser para ficar. Se o concerto no NOS Alive de 2014 deixou o cantor surpreendido, os concertos, já esgotados, no Coliseu de Lisboa vão deixá-lo boquiaberto.

Em fevereiro deste ano a Everything is New anunciou um concerto em nome próprio no Coliseu de Lisboa. O sucesso do cantor por terras lusas é tanto que esgotou rapidamente. Não alheia, a organização confirmou um segundo concerto para o dia seguinte, acabando por esgotar também. Com os concertos nos dias 3 e 4 de julho esgotados, a promotora decidiu levar o cantor australiano diretamente para o palco principal de um dos dez melhores #Festivais da Europa, segundo o European Festival Awards. Chet Faker chega ao NOS Alive com Built on Glass, o álbum de estreia editado no ano passado. Segundo o comunicado da organização, as atuações ao vivo do cantor são "incontornáveis graças à sua poderosa voz, ritmada pelas sensuais composições eletrónicas que destacam o ritmo único dos seus temas".

O NOS Alive já tem os passes de três dias esgotados, bem como os bilhetes diários para o primeiro dia. Contudo, ainda é possível comprar bilhetes para assistir ao dia em que o australiano atua. Os bilhetes diários têm um custo de 55€, já os passes que dão acesso aos últimos dois dias têm um custo de 89€.