A edição deste ano da Taça do Mundo de #Dança - Dance World Cup - decorreu de 27 de junho a 4 de julho em Bucareste, na Roménia. Portugal esteve representado por várias escolas de dança do país, classificadas na última edição do concurso Dançarte, realizado todos os anos no Teatro das Figuras, em Faro. A Escola Flash Li Dance, de Barcelos, conquistou uma medalha de prata na categoria de trios de Hip-Hop & Street Dance Senior, com a coreografia Turistas, e outra de bronze em grupos de Hip-Hop & Street Dance Júnior, com a coreografia Hotel Psicadélico..

Publicidade

Publicidade

No norte, Diana Rocha, bailarina de 13 anos da Escola de Dança Ana Luísa Mendonça, conseguiu alcançar a medalha de bronze com um solo de contemporâneo. Do Porto, Francisca Saraiva e Manuel Oliveira, do Centro de Dança do Porto, conseguiram a medalha de prata na categoria de Junior Duet Ballet, com um dueto do reportório do bailado Quebra Nozes, com uma coreografia de Teresa Vieira, coreógrafa e professora da escola. De Coimbra, a Academia de Dança Centro Norton de Matos conquistou duas medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze.

Mais para sul, a escola da Companhia de Dança do Algarve também conquistou três medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze, tendo sido dado também destaque à coreografia Apart, que ganhou o prémio de Coreografia Mais Inovadora, distinção atribuída pelos jurados do concurso. À semelhança do que sucedeu no ano passado, Alexandre Mateus, aluno desta escola, foi considerado um dos melhores bailarinos solistas em prova, em dança clássica e dança contemporânea..

Publicidade

Em cada edição da Dance World Cup são cerca de 18 mil os concorrentes que se tentam apurar em 38 países, ficando os vencedores nacionais de cada país - dos cinco continentes - apurados para o concurso que normalmente se desenrola no final de junho e início de julho.

A competição internacional de dança contou este ano com cerca de três mil jovens bailarinos, Nesta edição foi ainda batido o recorde de audiência online, tendo-se registado uma afluência de centenas de milhares de utilizadores de todo o mundo que quiseram apoiar os seus jovens bailarinos através da internet. Para o ano, a competição voltará a realizar-se na ilha de Jersey, local onde se realizou a edição de 2009, na altura com muito menos concorrentes.