O Super Bock Super Rock regressa a Lisboa para comemorar o seu 20º aniversário e conta com um cartaz de luxo. Na nova localização, o festival da Música no Coração vai ter o Palco Super Bock (palco principal) no MEO Arena, mais especificamente na Sala Atlântico, a maior sala de espetáculos fechada no nosso País. Graças ao forte cartaz, são esperadas milhares de pessoas a rumar até ao Parque das Nações no segunda quinzena de julho.

O primeiro dia do SBSR vai ficar marcado pelo concerto de Sting, o cabeça de cartaz de dia 16 de julho. A presença do ex-The Police no festival está marcada para as 23h30 e será a sua quinta passagem por Portugal. O concerto no MEO Arena irá ter, certamente, os principais sucessos do cantor. No mesmo dia atua, às 21h50, o ex-Oasis Noel Gallagher, acompanhado pelos High Flying Birds. Na bagagem trazem o álbum Chasing Yesterday. Para o dia 16 de julho está também marcada a presença, às 20h25, dos The Vaccines que trazem English Graffiti. O single Handsome, que já se ouve um pouco por todo o lado, fará, certamente, parte da setlist da banda. Será com Sadnecessary que os Milky Chance se vão estrear, às 19h10, no nosso país. Os alemães ficaram conhecidos, em 2014, graças ao single Stolen Dance, um dos hinos do ano de 2014. A fechar o Palco Super Bock, à 01h20, vai estar Madeon. O jovem francês chega ao nosso país com Adventure, o seu LP de estreia.

No dia 17 de julho, serão os The Drums a abrir, pelas 20h20, o palco principal do festival. Os nova-iorquinos trazem êxitos como Best Friend ou Lets Get Surfing. Já pelas 21h50 será a vez de Jorge Palma & Sérgio Godinho darem um concerto conjunto na sala principal do MEO Arena. Às 23h30, dEUS sobem ao palco, prometendo não esquecer Worst Case Scenario, o primeiro álbum que comemorou, no ano passado, o 20º aniversário. À 1 da manhã vão ser os Blur a colocar todas as Girls And Boys a dançar. A banda inglesa irá trazer os novos temas de The Magic Whip, lançado em abril.

No último dia de Super Bock Super Rock será Rodrigo Amarante a abrir as hostes do Palco Super Bock, às 20h20, trazendo Cavalo na bagagem. Pelas 21h50 será a vez da banda que funde folk, techno, punk, electro, dubstep, entre outros géneros, subir ao palco. Os Crystal Fighters, famosos pelas suas atuações, trazem Star of Love (de 2010) e Cave Rave (de 2013). Franz Ferdinand & Sparks são a terceira banda do dia a atuar no festival. Às 23h20, as duas bandas entram juntas em palco para apresentar o seu disco conjunto. Mas será à 1 de manhã que sobem os grandes cabeças de cartaz do último dia. Florence + The Machine regressam a Portugal depois do concerto de 2011 no Optimus Alive (agora NOS Alive). A atuação terá como mote o recente How Big, How Blue, How Beautiful.

O 21º Super Bock Super Rock acontece já nos próximos dias 16, 17 e 18 de julho. Se quiser ir a um dia do festival pode adquirir um bilhete diário por 50€ ou, se não quiser perder os três dias, pode pagar 95€ pelo passe.

#Festivais